Clique aqui para instalar o Silverlight*
BrasilAlterar|Todos os sites da Microsoft
Microsoft
 
 
 
  Para realizar uma busca avançada, clique aqui.

 
Agência Nacional de Águas
ANA renova e otimiza servidores usando tecnologias de virtualização da Microsoft


"Com as soluções da Microsoft fizemos uma revolução sem traumas. Ganhamos em produtividade com um ambiente de TI mais simples e seguro."

Roque Teixeira Filho, gerente de infraestrutura e segurança da informação da ANA

Resumo
Responsável por coordenar a gestão do sistema hídrico e regular o acesso à água no Brasil, o departamento de TI da Agência Nacional de Águas (ANA) também se preocupa em usar racionalmente recursos como a energia. A instituição enfrentou o desafio de migrar modelos antigos de servidores, que ocupavam muito espaço e consumiam muita energia, para máquinas novas e menores. Como aliadas nessa tarefa, contou com o Microsoft Hyper-V Server 2008 e o Microsoft System Center Virtual Machine Manager 2008 para criar máquina virtuais em um novo servidor blade. Além de consumo menor de energia, a agência ganhou um ambiente mais fácil de gerenciar e a possibilidade de ter servidores instalados e configurados sob demanda.

Situação

Para implementar e coordenar a gestão dos recursos hídricos e regular o acesso à água no Brasil, a Agência Nacional de Águas (ANA) mantém em seu ambiente de TI sistemas de informação e serviços georeferenciados que precisam operar em altos níveis de disponibilidade.

A sala de servidores da agência reunia mais de 50 equipamentos, dos quais alguns eram modelos antigos que ocupavam muito espaço e armazenavam sistemas desenvolvidos há muitos anos e que já não dispunham de documentação, de acordo com Roque Teixeira Filho, gerente de infraestrutura e segurança da informação da ANA. "Nosso desafio era migrar esses sistemas para máquinas novas e menores, por exemplo, servidores blades, em um espaço equivalente a um rack de 19 polegadas", destaca.

Nesse ínterim, em julho de 2009, enquanto era feito o planejamento de como realizar a migração, a ANA teve que enfrentar uma situação contingencial. Um dos servidores utilizados pela equipe de desenvolvimento, com a configuração de discos redundantes RAID 5, apresentou uma falha em uma das unidades de armazenamento. "Embora o servidor continuasse funcionando sem perda de dados, o seu desempenho afetou a produtividade de seus usuários. Além disso, não havia mais peça de reposição para aquele equipamento", comenta Teixeira Filho.

Solução

Para resolver o problema com o servidor de desenvolvimento, a equipe de TI da ANA decidiu utilizar o Microsoft Hyper-V Server 2008 e o recurso P2V (Physical to Virtual) do Microsoft System Center Virtual Machine Manager 2008 para criar uma máquina virtual em um novo servidor blade a partir do equipamento que tinha o disco com falha. "Ao final do processo, o ambiente de desenvolvimento voltou aos mesmos níveis de disponibilidade com todos os sistemas e componentes necessários. E melhor, com nível de desempenho até 25% maiores do que na situação original", comenta Teixeira Filho.

Solucionado o problema, a equipe de TI voltou a se dedicar à virtualização dos demais equipamentos obsoletos que consumiam muita energia. Em um único servidor blade, foram criadas sete máquinas virtuais que executam hoje as operações de sete antigos equipamentos ultrapassados.

Benefícios

Economia de espaço e energia

Com as tecnologias de virtualização da Microsoft, a ANA pôde abrir mão de seus antigos equipamentos ao instalar em máquinas virtuais os sistemas que neles operavam. "Dessa forma, pudemos no novo espaço disponível instalar novos racks com blades recém-adquiridos pela agência, onde mantemos um número maior de servidores com consumo de energia cerca de 15% menor", explica Teixeira Filho.

Servidores sob demanda

A ANA também ganhou com o System Center Virtual Machine Manager 2008 um forte aliado para criar máquinas não dedicadas. Anteriormente, nem sempre havia equipamentos disponíveis para criar servidores de homologação temporários, por exemplo. Hoje, com a possibilidade de se criar uma máquina virtual de maneira fácil e rápida, esse recurso de uso eventual está à disposição de acordo com a demanda. "Ainda que tivéssemos um equipamento físico sempre à disposição, gastaríamos, no mínimo, três horas para instalar todos os sistemas e aplicações para um determinado uso. Hoje, com as tecnologias da Microsoft, criamos uma máquina virtual em cerca de 40 minutos", explica o gerente de infraestrutura e segurança da informação da ANA.

Facilidade de migração

Entre os recursos do System Center Virtual Machine Manager 2008, o gerente de infraestrutura da ANA destaca a facilidade com que é possível mover máquinas virtuais entre equipamentos físicos hospedeiros (hosts). Segundo Teixeira Filho, isso garante flexibilidade para os administradores realizarem manutenção, por exemplo, sem afetar a disponibilidade dos sistemas para os usuários finais.


Microsoft System Center Virtual Machine Manager 2008 - o Virtual Machine Manager, ou VMM 2008 permite que os clientes configurem e implantem novas máquinas virtuais e gerenciem de forma centralizada tanto infra-estruturas físicas como virtuais a partir de um único console.

Microsoft Hyper-V - O Microsoft Hyper-V Server 2008 fornece uma solução de virtualização otimizada, confiável e simplificada, proporcionando a utilização aprimorada do servidor e redução de custos.

www.microsoft.com/brasil/solucoes

www.microsoft.com/brasil/produtos

Data de publicação: 22/12/2009 - Última atualização: 4/11/2009







Cenário
Virtualização

A situação
A agência precisava renovar infraestrutura de servidores corporativos com equipamentos menos espaçosos e que consumissem menos energia.

A solução
Com as tecnologias de virtualização da Microsoft, a ANA consolidou em um único servidor blade sete máquinas virtuais que hoje executam as operações dos antigos equipamentos.

Os benefícios
  • Economia de espaço e energia
  • Servidores sob demanda
  • Facilidade de migração


Agência Nacional de Águas



Perfil da empresa
A missão da Agência Nacional de Águas (ANA) é implementar e coordenar a gestão compartilhada e integrada dos recursos hídricos e regular o acesso à água, promovendo o seu uso sustentável.

Endereço web
www.ana.gov.br

Estado
DF

Segmento
Governo

Este estudo de caso tem propósito informativo apenas. A Microsoft não se responsabiliza, direta ou indiretamente, pelos dados fornecidos pelas fontes consultadas. Microsoft, Windows, o logo do Windows e demais produtos Microsoft citados neste texto são marcas registradas da Microsoft Corporation nos Estados Unidos, no Brasil e/ou em outros países. Os nomes das companhias e dos produtos mencionados são marcas registradas das respectivas empresas.


©2014 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Entre em contato |Nota Legal |Marcas comerciais |Política de Privacidade