Infraestrutura Orientada a Serviços

As soluções de Infraestrutura de SOA Microsoft fornecem a agilidade de que as organizações precisam ao acrescentar coordenação, visibilidade e gerenciamento de serviços aos benefícios de interoperabilidade através de descoberta, mediação e virtualização de serviços. Através dessa abordagem, as organizações podem implantar serviços mais rapidamente, abraçar mudanças conforme elas acontecem e maximizar a reutilização de componentes de sistema e de infraestrutura. Além das soluções abaixo, a Microsoft forma parcerias com provedores de governança líderes da indústria como AmberPoint e SOA Software como parte da Aliança de Processos de Negócios.

Nesta página:

Enterprise Service Bus

O termo ESB (Enterprise Service Bus - Barramento de Serviços Corporativos) é amplamente usado no contexto de implementação dos recursos de sistemas de mensagens de uma infraestrutura orientada a serviços. Um ESB é um de muitos blocos de construção que compõem uma infraestrutura orientada a serviços abrangente. Os recursos de mensagens necessários em uma infraestrutura orientada a serviços estendem as funções de EAI (Enterprise Application Integration - Integração de Aplicativos Empresariais) e MOM (Message Oriented Middleware - Middleware Orientado a Mensagens) para incluir suporte de primeira classe para padrões e integração de Serviço de Web com outros componentes de infraestrutura de serviços como gerenciamento de diretivas, registro de metadados e frameworks de monitoramento operacional e comercial. Devido à natureza heterogênea da maioria das infraestruturas empresariais e os investimentos significativos já feitos em ativos de EAI e MOM, também é importante que seu ESB aumente a sua capacidade de potencializar aqueles ativos existentes em um mundo orientado a serviços..

Obtenha a versão mais recente da Orientação de ESB da Microsoft .

Recursos de ESB

A Microsoft fornece uma oferta de ESB abrangente através de sua Plataforma de Aplicativos, que inclui o Windows Server 2003, o .NET Framework 3.0 e o BizTalk Server 2006. A Plataforma de Aplicativos fornece uma infraestrutura que permite a reutilização flexível e segura de serviços de infraestrutura e de negócios e a capacidade de orquestrar serviços existentes em novos processos de negócios fim a fim. No centro dessa solução está o BizTalk Server 2006, que oferece uma base para recursos de ESB comuns, inclusive:

  • Suporte a WS-*
  • Roteamento Inteligente
  • Transformação de Mensagens
  • Processamento de Itinerários
  • Adaptação de Aplicativos de Legado e LOB
  • Orquestração de Serviços
  • Pesquisa de Metadados
  • Gerenciamento de Exceções
  • Implantação Distribuída
  • Gerenciamento Centralizado
  • Business Rules Engine
  • Business Activity Monitoring

A Orientação de ESB Microsoft fornece orientação de arquitetura, padrões e práticas e um conjunto de componentes do BizTalk Server e .NET para simplificar o desenvolvimento de soluções de ESB de grande e pequena escala na plataforma Microsoft. Ela também oferece recursos que ajudam desenvolvedores a estender soluções de mensagens e de integração existentes. Alguns dos serviços e componentes incluem:

  • Serviço de Processamento de Itinerários
  • Serviço de Transformação
  • Serviço de Publicação de Exceções
  • Serviço de Resolução de Metadados
  • Serviço de Pesquisa de UDDI
  • Serviço de Consulta do BizTalk
  • Integração de Software de SOA
  • Integração de AmberPoint
  • Componentes de Pipeline de JMS
  • Componentes de Pipeline de Namespace

Mecanismo de Serviços Gerenciados

O MSE (Managed Services Engine - Mecanismo de Serviços Gerenciados) é uma abordagem para facilitar a SOA Corporativa através da virtualização de serviços. Baseado no WCF (Windows Communication Foundation) e na Plataforma de Servidores Microsoft, o MSE foi desenvolvido pelo Microsoft Services à medida que ajudávamos clientes a lidar com com desafios da SOA na empresa.

O MSE possibilita totalmente a virtualização de serviços através de um Repositório de Serviços, que ajuda organizações a implantar serviços mais rapidamente, coordenar gerenciamento de mudanças e maximizar a reutilização de vários elementos de serviços. Fazendo isso, o MSE oferece a capacidade de suportar controle de versão, abstração, gerenciamento, roteamento e imposição de diretivas de tempo de execução para Serviços.

Saiba mais sobre o Mecanismo de Serviços Gerenciados.

Serviços de UDDI do Windows Server

Conforme os serviços de Web conquistam aceitação como meio de conectar aplicativos de software distintos e expor informações de uma forma padronizada, organizações de todos os tamanhos enfrentam o desafio de organizar e gerenciar aqueles serviços tanto de dentro como além do firewall corporativo. Os Serviços Corporativos de UDDI no Microsoft® Windows® Server 2003 fornecem uma solução confiável, interoperável e escalável para esse desafio. A UDDI (Universal Description, Discovery, and Integration) é uma solução flexível, mas estruturada, que fornece uma infraestrutura de descrição e descoberta fundamental para serviços de Web. Para arquitetos e gerentes de desenvolvimento de aplicativos corporativos, os Serviços de UDDI maximizam a visibilidade de código e aplicativos existentes e ajuda a concretizar a visão da reutilização de código e recursos de desenvolvimento. Para profissionais de TI, os Serviços de UDDI fornecem uma ferramenta poderosa que pode ajudar a gerenciar serviços de Web na organização.

Saiba mais sobre os Serviços de UDDI do Windows Server.