Clique aqui para instalar o Silverlight*
BrasilAlterar|Todos os sites da Microsoft
Windows Server System
Microsoft System Center 

Nissan Motor

Soluções de TI Ajudam a Nissan a Reduzir os Custos, Melhorar a Confiabilidade e a Produtividade

Publicado em: 31 de janeiro de 2007
**
**

Download de Documentos

Visão Geral da Solução
www.nissan.co.jp/EN

Tamanho do Cliente:
160.000 funcionários

Perfil da Organização
A Nissan é uma fabricante global de automóveis com sede em Ginza, no Japão. A empresa atua em 160 países e possui mais de 160.000 funcionários em todo o mundo.

Situação
A infra-estrutura de TI da Nissan era difícil de ser gerenciada e suportada, fazendo com que a empresa ficasse envolvida em um grande esforço de simplificação e padronização.

Solução
A Nissan está centralizando e dinamizando o gerenciamento de TI com as soluções Microsoft® System Center, incluindo o Systems Management Server 2003 e o Operations Manager 2005.

Benefícios

Produtividade aprimorada do usuário final por meio de maior confiabilidade e segurança

Produtividade aprimorada de profissionais de TI por meio da implantação automatizada de softwares e da capacidade de suporte remoto

Economia de 40.000 horas no custo de mão-de-obra em seis meses


Parceiro(s)
Instituto de Pesquisas Nomura

Software e Serviços
Microsoft Operations Manager (MOM) 2005
Microsoft Systems Management Server 2003
Microsoft Windows Server 2003 Enterprise Edition

Indústria
Automotiva

País/Região
Japão

Quando a Nissan precisou aprimorar o gerenciamento de estações de trabalho e o monitoramento de servidores, a fabricante global de automóveis passou a utilizar soluções de gerenciamento de TI Microsoft® System Center. A Nissan utiliza o Microsoft Systems Management Server 2003 para automatizar a implantação de software e dar suporte remoto aos usuários finais, reduzindo, assim, o tempo e o esforço exigidos para manter estações de trabalho de usuários e ajudar os funcionários a manter a produtividade. A empresa utiliza o Microsoft Operations Manager 2005 para monitorar sua infra-estrutura de mensagens e ajudar sistemas de missão crítica baseados em Windows® a manterem o bom funcionamento. Durante um período de seis meses com final em 31 de Março de 2006, a Nissan economizou 40.000 horas em custos de mão de obra, fazendo com que a empresa pudesse alcançar seu objetivo de reduzir 14% de seus gastos em TI.

Situação

A Nissan Motor é uma fabricante global de automóveis que vendeu cerca de 3.569.000 carros no exercício fiscal de 2005, gerando uma receita anual recorde de mais de U.S.$ 80 bilhões. Com sede em Ginza, no Japão, a empresa possui instalações de pesquisa e desenvolvimento em 11 países; instalações de fabricação em 16 países e instalações de projetos no Japão, nos Estados Unidos, na Inglaterra e em Taiwan. Os principais mercados da empresa fabricante são: Japão, Europa e América do Norte, embora esteja expandindo-se ativamente em novos mercados, como China, Tailândia e Rússia.

A Nissan orgulha-se por ser líder na aplicação de tecnologias da informação. A empresa investe muito na infra-estrutura de TI necessária para acelerar os projetos e o desenvolvimento de novos veículos, dinamizar a produção destes e manter a alta qualidade pela qual os automóveis da Nissan são conhecidos. “A infra-estrutura de TI é um componente muito importante dos negócios." - afirma Celso Guiotoko, Vice-Presidente Corporativo e Diretor Global de Informática da Nissan. “Nossos executivos estão fortemente focados no investimento em tecnologia, pois é muito importante que tenhamos uma infra-estrutura de TI robusta e escalonável que dê suporte aos nossos crescentes negócios.”

Em 2004, a Nissan comprometeu-se em testar o seu ambiente de TI com relação aos ambientes das empresas líderes. Depois desse teste, chegou-se à conclusão de que eram necessárias algumas melhorias. “Achamos que tínhamos uma infra-estrutura de TI e um portfolio de aplicação complexos e que precisávamos trabalhar muito para padronizar e simplificar." - diz Guiotoko. “Fomos até o comitê executivo e propusemos aquilo que chamamos de Programa AAFS: A para Alinhamento dos Negócios, A para Arquitetura Empresarial, F para Fonte Seletiva e S para Simplificação da Tecnologia. Com base nesses quatro pilares para os próximos cinco anos, poderemos criar uma organização de TI de classe mundial que poderá atender, de forma mais satisfatória, as necessidades dos negócios.”


*Estamos comprometidos com a redução de 14% nos gastos em TI por meio da simplificação da tecnologia e esperamos que muito dessa economia seja proveniente do trabalho que estamos fazendo com as soluções baseadas no System Center.*
Celso Guiotoko
Vice-Presidente Corporativo e Diretor Global de Informática, Nissan

Quanto à simplificação da tecnologia, um aspecto que a Nissan precisou aprimorar e padronizar foi a forma com que os computadores dos usuários eram suportados e gerenciados, principalmente no que diz respeito à distribuição de software. Por exemplo, a Nissan Japão implantou novos softwares, atualizações de software e segurança em seus 10.000 computadores CAD (computer-aided design) baseados em Windows®, utilizando ferramentas semi-automatizadas e em seus demais 30.000 computadores por meio da ajuda de técnicos.

“Antes, utilizávamos dois fornecedores diferentes para dar suporte às estações de trabalho CAD e aos outros PCs." - diz Yoshikazu Sano, Gerente da Divisão IS Global da Nissan. "A distribuição de software para a maioria das estações de trabalho e notebooks foi feita manualmente, uma tarefa muito lenta e que exigiu muita mão-de-obra."

Outro aspecto que a Nissan precisou aprimorar foi o monitoramento de seus servidores de missão crítica baseados em Windows. A empresa tinha pouca visão do funcionamento desses sistemas além de não saber ao certo se eles eram executados ou não. Por exemplo, com a infra-estrutura de mensagens do Microsoft® Exchange Server, a Nissan não possuía meios de monitorar o funcionamento do servidor e as cargas de trabalho. Quando surgiam problemas com um servidor, eles não eram detectados até que os usuários começassem a solicitar a ajuda do suporte técnico. Neste ponto é que os técnicos de TI iriam conectar-se ao servidor e começariam a diagnosticar o problema.

“Entender o funcionamento de nossos servidores de e-mail e de outros sistemas de missão crítica era difícil porque não tínhamos uma boa maneira de observá-los conforme eles eram executados." - diz Sano. “É importante entender detalhadamente a operação e o desempenho de nossos sistemas de forma que possamos trabalhar para aprimorar a eficiência e a confiabilidade. No entanto, não tínhamos essa informação.”

Solução

A Nissan está simplificando e aprimorando sua infra-estrutura de tecnologia, por meio da padronização nas soluções de gerenciamento de TI Microsoft System Center, incluindo o Microsoft Systems Management Server 2003 para o gerenciamento de estações de trabalho e o Operations Manager 2005 para o monitoramento de servidores. “Durante a implantação do Programa AAFS, examinamos os elementos de nossa infra-estrutura de TI e também as melhores práticas para administrar esses sistemas.”, diz Guiotoko. “Quando nos deparamos com nossas opções, vimos que as soluções System Center eram a melhor oferta que poderia auxiliar na obtenção da simplificação de nossa tecnologia."

Gerenciamento Detalhado de Estações de Trabalho

Com o Microsoft Systems Management Server 2003 sendo executado no sistema operacional Windows Server® 2003, a Nissan possui uma solução repleta de recursos para a implantação, manutenção e suporte dos computadores de usuários. “Desde que começamos a utilizar o Systems Management Server, as operações de TI tornaram-se mais simples e eficientes.”, afirma Sano. “Conseguimos centralizar e automatizar muitos aspectos de gerenciamento e suporte de estações de trabalho.”

Como parte do foco de fonte seletiva do Programa AAFS, a Nissan optou pelo NRI (Nomura Research Institute) para fornecer serviços de gerenciamento de ciclo de vida para computadores CAD e outros. Novamente, a Nissan optou pelo NRI para implementar o Systems Management Server nos 40.000 computadores. “Estávamos familiarizados com o Systems Management Server de outros clientes que o utilizavam para obter grandes benefícios e estávamos convencidos de que ele era a ferramenta ideal para a Nissan.”, diz Hirohisa Ogawa, Analista de Sistemas Sênior da NRI. “A partir da perspectiva de um parceiro, a implementação do Systems Management Server torna-se fácil. Nosso objetivo é gerenciar a infra-estrutura da Nissan com a maior eficiência, e o Systems Management Server irá auxiliar na obtenção desse resultado.”

Uma nova habilidade chave que traz benefícios para a Nissan é a implantação automatizada dos aplicativos e atualizações de software, que ajudam a garantir a segurança e a confiabilidade dos computadores da empresa —principalmente as estações de trabalho CAD que são tão importantes para os negócios centrais da empresa. A Nissan possui cerca de 200 aplicativos para serem entregues com o Systems Management Server, o qual está sendo utilizado para implantar o software em grandes grupos de computadores de usuários cerca de 10 vezes por mês.

“Com a capacidade de centralizar e automatizar a distribuição de software,” diz Sano, “podemos facilmente produzir novos aplicativos, implantar atualizações importantes de segurança ou ainda alterar a configuração de rede de um usuário - um trabalho feito manualmente no passado.”

A Nissan também utiliza o Systems Management Server para fazer o inventário do hardware e software do computador. Os dados de inventário coletados pelo Systems Management Server são gravados em um banco de dados. Esses dados podem ser utilizados pela Nissan para facilmente executar relatórios a fim de verificar o cumprimento de licenças, gerar dados necessários para auditorias e verificar se todos os computadores possuem as atualizações de segurança mais recentes. Os dados de inventário também são utilizados para fornecer aos usuários novos computadores com o software necessário já instalado, com base no conhecimento dos aplicativos executados pelo usuário no sistema antigo.


*A partir da perspectiva de um parceiro, a implementação do Systems Management Server torna-se fácil. Nosso objetivo é gerenciar a infra-estrutura da Nissan com a maior eficiência, e o Systems Management Server irá auxiliar na obtenção desse resultado.*
Matt Trevorrow
vice-presidente de Desenvolvimento de Produtos de Local de Trabalho da EDS

“A velocidade na qual implantamos o Systems Management Server foi impressionante,” diz David Pearse, Arquiteto de Infra-estrutura da EDS APAC. “Nós introduzimos o Systems Management Server em 9.500 estações de trabalho em uma semana, com a mesma penetração que havia levado três meses para ser alcançada com os produtos anteriores de gerenciamento de estação de trabalho. De fato, foi muito fácil e rápido.”

A infra-estrutura do Systems Management Server é executada no sistema operacional do Windows Server® 2003, com um armazenamento de dados baseado no software de banco de dados Microsoft SQL Server™ 2000. A EDS usou o Systems Management Server 2003 International Client Pack para exibir mensagens pop-up que aparecem nas telas dos computadores de funcionários, em seus próprios idiomas, e tirou vantagem da tecnologia Background Intelligent Transfer Service (BITS) no Windows Server para regular o tráfego de rede relacionado ao Systems Management Server, minimizando, assim, o impacto daquele tráfego no desempenho da rede.

Apesar de o Systems Management Server proporcionar diversas novas capacidades a EDS APAC, uma das mais úteis era a habilidade de implantar centralmente atualizações de segurança, indispensáveis para ajudar a garantir a segurança e a confiabilidade dos computadores de usuários. “O Systems Management Server reduziu o tempo necessário para a implantação de atualizações de segurança em 92%,” diz Pearse. “Agora, em cinco dias, alcançamos uma área de cobertura superior a 90%, sendo que costumávamos demorar dois meses para alcançar 60%.”

Dando continuidade ao bem-sucedido programa piloto na EDS APAC, a empresa expandiu a implantação do Systems Management Server para incluir estações e trabalho de usuários nas regiões da Europa, Oriente Médio e África (EMEA), bem como América Latina e do Norte. Desde fevereiro de 2006, o Systems Management Server vêm proporcionando a EDS uma solução única e centralizada para o gerenciamento de 90 mil computadores em todo o mundo — aproximadamente 85% de todas as estações de trabalho de usuários da empresa.

A EDS também está usando o Systems Management Server para fornecer novas aplicações de software e atualizações de software. “Se temos um programa que precisamos introduzir, tal como um novo cliente SAP, podemos oferecê-lo com maior facilidade,” afirma Darcy Wheeler, Especialista Sênior em Infra-estrutura da EDS. “Não precisamos incomodar as pessoas com visitas a suas estações de trabalho, nem precisamos pedir a elas para fazerem sozinhas o download ou instalação de algo. Em vez disso, a aplicação apenas aparecerá, e estará pronta para ser usada. Se for necessário reiniciar o computador, isto pode ser agendado para que não interrompa o usuário.”

Outra maneira através da qual a EDS está reduzindo as visitas às estações de trabalho é com o uso das capacidades de suporte remoto oferecidas pelo Systems Management Server. “O Systems Management Server permite à equipe de help-desk ter controle sobre a estação de trabalho de um usuário e solucionar a maioria dos problemas de forma remota, proporcionando ótimos resultados,” atesta Wheeler. “O técnico do help-desk simplesmente inicia uma sessão de assistência remota, na qual ele completa o controle remoto sobre a estação de trabalho do usuário e pode solucionar o problema muito mais rapidamente e com maior eficiência do que se estivesse com usuário no telefone.”

Além disso, a EDS espera que o Systems Management Server ajude a dinamizar a implantação do sistema operacional Windows Vista™, tanto internamente quanto para seus clientes. “Fizemos uma avaliação e concluímos que o Systems Management Server era a melhor maneira de ajudarmos nossos clientes a implantar o Windows Vista quando estivessem prontos,” afirma Ranjana Chopra, Gerente de Produtos de Serviços de Local de Trabalho da EDS. “Ofereceremos a implantação do sistema operacional, o pacotes de aplicações, e a distribuição de softwares – tudo baseado no Systems Management Server.”

Trevorrow acrescenta: “Estamos focados na implantação zero-touch – sem nenhuma intervenção – como um modelo de distribuição de serviços. As capacidades oferecidas pelo Systems Management Server suportam este modelo e certamente irão nos ajudar a economizar dinheiro quando implantarmos atualizações do Windows Vista.”

A EDS também estudará o uso do Systems Management Server para dinamizar o provisionamento de software técnico seus desenvolvedores. “Pode ser difícil obter aplicações, de forma pontual, para desenvolvedores que trabalham em clientes,” diz Wheeler. “Estamos estudando maneiras de se integrar o Systems Management Server com um portal de provisionamento. Os gerentes de projeto poderiam apenas selecionar as ferramentas necessárias, através das quais estes programas seriam levados até as estações de trabalho de desenvolvedores no momento em que eles chegam ao cliente.”

Monitoramento Operacional Detalhado

Apesar de a implementação do Systems Management Server pela EDS ter iniciado na Austrália, o uso do Microsoft Operations Manager começou no outro lado do globo, em 2004, quando a EDS nas Américas começou a usar o Manager 2000 para monitorar seus computadores de servidores baseados no Windows. Atualmente, a EDS Américas usa o Operations Manager 2005 para monitorar os 142 servidores que hospedam serviços de e-mail, colaboração, e mensageria móvel, incluindo os serviços que executam o Microsoft Exchange Server 2003, o serviço de Active Directory®, a tecnologia Windows ActiveSync®, o software de mensageria móvel baseado no BlackBerry, e o software de colaboração EMC Documentum eRoom.


*O Operations Manager já vem pronto para uso e funciona melhor do que outras soluções que simplesmente não se integram tão bem com nossos sistemas baseados no Windows.*
Hirohisa Ogawa
Analista de Sistemas Sênior, Instituto de Pesquisas Nomura

Além disso, a Nissan está utilizando a solução para aprimorar o suporte ao usuário e reduzir o número de visitas da equipe de suporte técnico. Com as capacidades de suporte remoto fornecidas pelo Systems Management Server, o profissional da área de suporte técnico pode trabalhar a partir de um local centralizado na máquina do usuário, permitindo que este profissional trate um maior número de chamadas de suporte técnico remotamente.

Mais adiante, a Nissan poderá utilizar a nova solução para atualizar remotamente os computadores dos usuários para o sistema operacional Windows Vista™. “Gostaríamos de passar a utilizar o Windows Vista na empresa, e acho que o Systems Management Server poderia ser muito eficiente para realizar essa tarefa. ”, afirma Sano. “Primeiramente, temos de lidar com as questões de compatibilidade de aplicativo, mas, conseqüentemente, chegará o momento de fazer o backup dos dados dos usuários e preparar novamente os PCs. Será nesta etapa que o Systems Management Server poderá ajudar, de forma significativa, na redução do tempo e esforço envolvidos.”

Monitoramento Abrangente de Servidor

No final de 2006, a Nissan Japão começou a utilizar o Microsoft Operations Manager 2005 sendo executado no Windows Server 2003 para ajudar a monitorar cerca de 50 servidores que executam o Exchange Server 2003. “Escolhemos o Operations Manager devido a seus baixos custos de licenciamento, a sua fácil implementação e à integração consolidada com o Exchange Server.”, afirma Sano. “A realização de todo o processo levou apenas algumas semanas, e, hoje em dia, conseguimos monitorar nossos sistemas de e-mail em tempo real. O e-mail é muito importante para os negócios da empresa, e o sistema não pode ser interrompido por mais de 15 minutos. Se essa interrupção for feita, teremos diversas reclamações internas de clientes e também muitos fornecedores e vendedores descontentes.”

O Operations Manager submete cada servidor do ambiente de e-mail a níveis granulares de monitoramento contínuo, permitindo que a Nissan obtenha uma grande variedade de dados relacionados à execução dos servidores, aos níveis de disponibilidade e ao local em que os problemas podem ocorrer. Um pacote de gerenciamento específico a funções para o Exchange Server 2003 estende essas capacidades ainda mais, fornecendo um conjunto de regras de monitoramento com pontos de limite predefinidos, uma base de conhecimento nativa com informações de resolução e solução de problemas e scripts que podem ser utilizados para resolver questões de forma rápida e eficiente. Ao detectar um comportamento anormal, as regras de processamento configuráveis incluídas no Operations Manager poderão notificar o profissional de TI, por meio de mensagens em pager ou de e-mail, sobre a existência de um problema em potencial, com informações de base de conhecimento anexadas para ajudar na resolução do problema.

“Hoje em dia, utilizamos o Operations Manager principalmente para a obtenção de relatórios. Isso nos traz bons resultados quanto à coleta de dados e à redução do trabalho de gerar relatórios de dados com apenas um clique.”, diz Sano. “Mais adiante, planejamos utilizá-lo também para o monitoramento operacional e a resolução de problemas. O Operations Manager fornece uma variedade de funcionalidades, e gostaríamos de expandir sua utilização gradualmente, primeiro, expandindo a forma com que o utilizamos para gerenciar nossos servidores de e-mail e, depois, ampliar sua cobertura para incluir outros sistemas, como servidores de arquivo e de aplicativos. Temos muitos planos de utilização do Operations Manager, pois seu uso traz muitos benefícios para a organização, incluindo profissionais de TI e usuários.”

Benefícios

Com a utilização de sua nova solução de gerenciamento de sistemas, a Nissan está padronizando, centralizando e automatizando o gerenciamento de TI e também aprimorando a confiabilidade, escalabilidade e segurança de sua infra-estrutura de TI. Além disso, a empresa tem aprimorado a produtividade do usuário final e reduzido os custos com a mão de obra de TI, liberando recursos da empresa para estarem focalizados na contribuição para o crescimento contínuo dos negócios.

Maior Confiabilidade e Segurança

Hoje, a Nissan tem muito mais capacidade para manter a execução de seus negócios. Com o Microsoft Operations Manager, a empresa pode monitorar e entender melhor o funcionamento de seu ambiente de mensagens, além de aprimorar toda a disponibilidade desse componente importante de infra-estrutura e também de outros sistemas de missões críticas.

“Nossa infra-estrutura do Exchange Server lida com mais de 1 milhão de mensagens de e-mail por dia. Por esse motivo, é muito importante que operemos nesse ambiente com um índice mínimo de falhas, e o Operations Manager auxilia nesse processo.”, diz Guiotoko. “Temos muitos sistemas de missão crítica que são executados no Windows, e o Operations Manager irá nos ajudar a gerenciar todos eles de forma mais proativa e eficiente. Além disso, poderemos aprimorar nossa capacidade de fornecer altos níveis de serviço para o restante dos negócios.”

A Nissan também está utilizando as soluções System Center para aprimorar a confiabilidade e a segurança das estações de trabalho dos usuários, o que é muito importante para estações de trabalho CAD baseadas em Windows utilizadas por designers e engenheiros. Com o Systems Management Server, a Nissan pode fornecer as atualizações de software necessárias para melhorar a confiabilidade e a segurança dessas estações de trabalho de forma mais precisa e rápida, ajudando a garantir que todo o trabalho de design necessário para criar novos veículos da Nissan para o mercado não seja interrompido.


*O Systems Management Server exerce um papel importante no auxílio à melhoria da segurança e confiabilidade de todos os usuários de PCs, de forma que todos possam trabalhar na criação de novos carros para nossos clientes com o mínimo de interrupção.*
Celso Guiotoko
Vice-Presidente Corporativo e Diretor Global de Informática, Nissan

Antigamente, quando ferramentas semi-automatizadas eram utilizadas para a implantação de atualizações de software em estações de trabalho CAD, os usuários recebiam uma mensagem de pop-up, perguntando se desejavam instalar as atualizações de software naquele momento —uma tarefa que geralmente era adiada para evitar a perda de produtividade. Com o Systems Management Server, as atualizações são enviadas automaticamente para as estações de trabalho dos usuários e instaladas em plano de fundo, permitindo que a empresa atualize o computadores de forma mais rápida e, assim, diminua o tempo em que os computadores permanecem vulneráveis a riscos de segurança - sem afetar a produtividade do usuário final.

“O Systems Management Server exerce um papel importante no auxílio à melhoria da segurança e confiabilidade de todos os usuários de PCs, de forma que todos possam trabalhar na criação de novos carros para nossos clientes com o mínimo de interrupção.”, diz Guiotoko. “São mais de 10.000 engenheiros utilizando estações de trabalho CAD que executam o Windows, e o Systems Management Server permite fornecer pontualmente as atualizações de software e as alterações de configuração necessárias para ajudar os engenheiros a manterem a produtividade. E, se os usuários tiverem problemas, as capacidades de suporte remoto fornecidas pelo Systems Management Server ajudam a resolver essas questões mais rapidamente.”

Produtividade Aprimorada de Profissionais de TI e Redução Significativa nos Custos

Além de garantir que a produtividade do usuário final não seja interrompida, o uso das soluções System Center tem ajudado a aprimorar a produtividade dos profissionais de TI. As capacidades automatizadas de implantação de software fornecidas pelo Systems Management Server têm reduzido as visitas de suporte técnico, levando a uma redução considerável no esforço de TI exigido para manter os computadores dos usuários atualizados. De forma semelhante, as capacidades de suporte remoto fornecidas pelo Systems Management Server têm tornado os profissionais de suporte técnico da empresa muito mais eficientes e produtivos.

“Com a implantação do Systems Management Server, conseguimos constatar a economia de quase 40.000 horas de custo de mão-de-obra em um período de 6 meses.”, afirma Guiotoko. “Sua implantação tem sido uma grande vitória tanto para os profissionais de TI quanto para os usuários finais. Em vez de gastar todo o dinheiro com a manutenção dos PCs dos usuários, agora temos investido em novos aplicativos ou tecnologias que trarão benefícios para nossos clientes internos. Estamos comprometidos com a redução de 14% nos gastos em TI por meio da simplificação da tecnologia e esperamos que muito dessa economia seja proveniente do trabalho que estamos fazendo com as soluções System Center.”

Escalabilidade Global e com Excelente Relação Custo-Benefício

O sucesso obtido pela Nissan com o uso do System Center no Japão está sendo repetido em outras duas localizações principais da empresa. Na Europa, Meio Oeste e na região da África (EMEA), a Nissan está utilizando o Systems Management Server para gerenciar 7.000 computadores em 33 locais e utilizando o Operations Manager para monitorar todos os servidores que dão suporte à infra-estrutura do Exchange Server dessa região. Na região das Américas, a Nissan está utilizando o Systems Management Server para distribuir aplicativos e atualizações para 9.500 estações de trabalho, como também suporte remoto ao usuário final. A empresa está utilizando o Operations Manager para monitorar os servidores que executam o Exchange Server e o serviço Active Directory®.

A decisão da Nissan quanto a padronizar as soluções System Center globalmente também ajudará a empresa a marcar sua presença em novos mercados. “A Nissan está expandindo muito sua presença tanto em mercados existentes quanto em novos mercados. Por isso, precisamos de uma plataforma de gerenciamento de TI que forneça escalabilidade com boa relação custo-benefício", diz Guiotoko. “Com as soluções Microsoft System Center, temos a flexibilidade para iniciar com um investimento mínimo e ainda escalonar para dar suporte a nossas necessidades de gerenciamento de TI de cada região conforme o aumento dos negócios. Conseguiremos minimizar os custos dos custos iniciais e reduzir os futuros custos, porque agora temos um ambiente de gerenciamento de TI mais eficiente e padronizado.”

Porfolio de Produtos de Servidores Microsoft
Para mais informações sobre o porftolio de produtos Microsoft Server, acesse:
www.microsoft.com/brasil/servidores

Microsoft System Center
O Microsoft System Center é uma família de soluções líderes em gerenciamento de TI que ajuda você a planejar, implantar, gerenciar e otimizar, de forma proativa, seu ambiente de TI.

Para mais informações sobre as soluções System Center, visite:
www.microsoft.com/brasil/systemcenter


Para obter mais informações

Para mais informações sobre os produtos e serviços Microsoft, contate um revendedor autorizado Microsoft. Para acessar informações usando a Web, acesse:
http://www.microsoft.com/brasil/

Para mais informações sobre o Instituto de Pesquisas Nomura, acesse o site da Web em:
www.nri.co.jp/english

Para mais informações sobre a Nissan, acesse o site da Web em:
www.nissan.co.jp/EN


 

©2015 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Entre em contato |Nota Legal |Marcas comerciais |Política de Privacidade
Microsoft