BEM-VINDO À ÁREA DE IMPRENSA DA MICROSOFT PORTUGAL. AQUI VAI PODER ACTUALIZAR-SE DIARIAMENTE.
Portugal  |  All Microsoft Sites

Home Microsoft.pt  |  Microsoft Press Internacional  |  Microsoft Press Europa


7 de Fevereiro de 2013



PESQUISA

COMUNICADOS

|<   <   >   >|
Portugal celebra a 7 de março o “Dia de Trabalho fora do Escritório”
A iniciativa Out of Office Day – Work from Anywhere celebra-se pela primeira vez em Portugal no próximo dia 7 de março e reúne milhares de organizações, que neste dia vão permitir aos colaboradores/associados a possibilidade de trabalhar a partir de outro local que não o escritório habitual.
O objetivo desta iniciativa, da qual a Microsoft é uma das primeiras signatárias é trazer o tema da produtividade em Portugal para a ordem do dia e chamar a atenção para os benefícios da flexibilidade no trabalho, na qualidade de vida, bem-estar emocional, impacto ambiente e económico e para a produtividade das pessoas.


E se por um dia puder ficar a trabalhar a partir de casa, de um hotel, de um jardim ou até de uma esplanada?

Este é o desafio que está na base da iniciativa “Out of Office Day”, que se assinala pela primeira vez em Portugal no próximo dia 7 de março em todo o país e que pretende envolver milhares de pessoas, colaboradores das empresas e organizações que aderirem à iniciativa até ao momento do seu lançamento.

Trata-se de uma iniciativa pioneira em Portugal e de âmbito nacional, que tem por objetivo trazer o tema da produtividade no nosso país para a agenda do dia.

O dia 7 de março foi simbolicamente escolhido por celebrar o momento em que, em 1692 o Imperador Constantino decretou dies solis – dia de descanso no império.

No dia 7 de março de 2013, os colaboradores das entidades aderentes à iniciativa e cujas funções assim o permitem, poderão ficar a trabalhar a partir de casa ou de qualquer outro local que não o escritório habitual, permitindo assim medir-se o impacto benéfico no trabalho produzido, descontando a redução no tempo gasto em deslocações, o impacto positivo no ambiente, a redução de gastos em combustível, alimentação e outras despesas e aumentando o tempo gasto em trabalho efetivo. Com o apoio do Ministério do Ambiente, esta iniciativa visa ainda contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas abrangidas.

Já com edições internacionais promovidas na Alemanha, Canadá, Reino Unido e Suíça, o “Out of Office Day” pretende implementar a verdadeira mobilidade no trabalho em Portugal, salientando a otimização de recursos para as empresas e levá-las a adotar práticas de flexibilidade no trabalho.

Com este tipo de iniciativas, as organizações podem reduzir os seus custos operacionais, ao mesmo tempo melhorar a eficiência no trabalho, sem descurar o maior equilíbrio entre a vida profissional e familiar dos seus colaboradores.

“Défice de produtividade em Portugal pode estar relacionado com falta de flexibilidade no trabalho e na tecnologia”

Um estudo recente, apresentado pela própria Microsoft Portugal em Novembro de 2012 vem corroborar em pleno as premissas que sustentam a iniciativa “Out of Office Day”: De acordo com os dados recolhidos junto dos inquiridos, o défice de produtividade em Portugal pode estar relacionado com a falta de flexibilidade na prestação do trabalho e na tecnologia, na medida em que apenas metade das empresas portuguesas (50%) incorporam a flexibilidade no seu modelo de trabalho. Dos trabalhadores inquiridos a nível nacional, 37% (42% mulheres e 28% homens) revela que nunca trabalharam fora do escritório, apesar de reconhecerem os benefícios do trabalho flexível. 82% destes colaboradores afirma fazer horas extraordinárias todas as semanas, sendo que a grande maioria, 63%, fazem-no normalmente no seu local de trabalho.

O estudo demonstra, ainda, que o impacto do trabalho flexível excede largamente a mera satisfação do trabalho, uma vez que 68% dos trabalhadores em Portugal são mais produtivos quando trabalham de forma flexível, destacando-se este número como a segunda maior percentagem na Europa, a seguir à Espanha (76%). Da mesma forma, 63% dos trabalhadores em Portugal acredita que o trabalho flexível os torna mais produtivos, na medida em que lhes permite um melhor equilíbrio entre a sua vida profissional e pessoal, destacando-se esta percentagem como a mais elevada na Europa.

Organizações aderentes
Das organizações que já aderiram à iniciativa, destacam-se a Associação Portuguesa das Famílias Numerosas, Confederação dos Serviços de Portugal, Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território.

Entre as empresas aderentes, constam a AGAP2, Bi4All, CPC.IS, a Fonte, GFI, Jason Associates, a Jones Lang LaSalle, a Lift Consulting, Microsoft, a Nextpower, a Prologica, Ray Human Capital, Safira, Talent City, a Think, a Unisys, a Visione, entre outras. A lista completa das organizações aderentes encontra-se na página oficial da iniciativa em: http://www.facebook.com/outofofficeday/app_408240325931895

As empresas e organizações interessadas, poderão aderir ao Out of Office Day facilmente no mesmo link: http://www.facebook.com/outofofficeday/app_408240325931895

Mais informações:
• Web imprensa: http://www.microsoft.pt/imprensa/
• Página oficial OOF Day: https://www.facebook.com/outofofficeday
• Estudo Microsoft de impacto na produtividade (Novembro 2012): http://www.microsoft.com/portugal/presspass/comunicados.aspx?ID=502

Acerca da Microsoft
Fundada em 1975, a Microsoft (Nasdaq “MSFT”) é líder mundial em software, serviços e soluções que ajudam as pessoas e as empresas a concretizar todo o seu potencial.

SHARE












© 2013 Microsoft Actualize o seu perfil
Contacte-nos | Avisos Legais | Marcas Registadas | Privacidade e Cookies