Nuvem para pequenas e médias empresas

Impacto real para pequenas e médias empresas

Pequenas e médias empresas são essenciais para o crescimento da economia local. Por isso, a Microsoft pesquisa novas tecnologias e oferece ferramentas de última geração, como as soluções e serviços baseados em nuvem, para tornar a tecnologia acessível a todos os perfis de negócios.

Pequenas e médias empresas à frente

Pesquisa recente revela que PMEs que aderem a tecnologias mais inovadoras, como a computação em nuvem, crescem com mais rapidez no mercado.
A Microsoft possui soluções com baixo investimento e alta segurança.

As pequenas e médias empresas (PMEs) do Brasil são responsáveis atualmente por 40% do produto interno bruto (PIB) e por 53% da taxa de emprego no País. A Microsoft acredita no potencial de jovens empreendedores, de empresas familiares e de negócios de pequeno e médio porte, que são essenciais no cenário nacional, especialmente por absorverem os jovens em busca de seu primeiro emprego e auxiliarem na dinamização da economia, tanto em municípios menores e bairros das grandes capitais, como nos principais centros urbanos.

Por estas razões, a Microsoft oferece uma plataforma de produtos e tecnologia de ponta, como software, serviços e soluções baseados em nuvem, disponível para que PMEs direcionem seus recursos para sua própria produção e seu amadurecimento no mercado.

Entre as opções de computação na nuvem da companhia que podem ser aplicadas a pequenas e médias empresas, com baixo investimento e alta segurança, há recursos disponíveis em datacenters da Microsoft e de parceiros de hospedagem, sistema operacional, banco de dados, desenvolvimento de aplicativos e assinatura de aplicações de produtividade.

Uma pesquisa recente realizada pelo The Boston Consulting Group (BCG), a pedido da Microsoft, apontou que as PMEs líderes na adoção de recentes tecnologias da informação (TI) ganham competitividade em relação às suas concorrentes no mercado. No Brasil, as empresas analisadas aumentaram sua receita anual em 16% e criaram novos empregos 11% mais rápido em comparação àquelas com níveis menores de adoção de tecnologia, entre 2010 e 2012.

O estudo “À Frente da Concorrência: Lições sobre Tecnologia e Crescimento das Pequenas Empresas Líderes” constatou que se mais PMEs utilizassem tecnologias como software de produtividade, internet e serviços baseados na nuvem, elas contribuiriam com um acréscimo de US$ 122 bilhões na economia brasileira e contratariam 2,5 milhões de funcionários a mais.

A pesquisa mostra também que as mais recentes tecnologias, que englobam software, serviços e soluções baseados em nuvem, aumentam as possibilidades de maior inovação e crescimento para os negócios, que passam a ter nessas tecnologias um motor para seu avanço no mercado. Segundo o estudo, as PMEs líderes em tecnologia melhoraram sua produtividade, conectam-se com novos clientes e mercados até mesmo de diferentes regiões ou países, e tornam-se mais competitivas.

A pesquisa também revelou que, em quase todas as categorias de produto, as PMEs com rápido crescimento utilizam soluções Microsoft mais do que quaisquer outros produtos; e que essas organizações percebem a companhia como o principal parceiro para futuras necessidades e novas tecnologias. E além do Microsoft Office, os empresários também citaram os serviços de nuvem da Microsoft como soluções essenciais.