• Você está protegido?

    Como anda a segurança de dados da sua empresa?

    Se você pensa que seu negócio é muito pequeno para pensar em segurança – repense. Aproximadamente, ¾ de todas as empresas alvo de crimes cibernéticos tem menos que 100 colaboradores. Você sabia que a cada segundo uma empresa é vítima deste tipo de ataque?
    Pequenas e médias empresas possuem informações valiosas como: contas bancárias, dados de clientes e propriedade intelectual, com práticas de segurança muitas vezes bem menos rigorosas e tecnologia menos avançada.

  • Ativação de produtos Microsoft

    Em um esforço para reduzir a pirataria de softwares e garantir que clientes da Microsoft recebam a qualidade de produto que esperam, a tecnologia de Ativação de produto está sendo incluída em vários produtos Microsoft.

    É fácil, são apenas 3 etapas:

    • Selecione o método de ativação (Internet ou telefone);
    • A Microsoft verifica a licença;
    • A licença é confirmada e o produto ativado.

    O objetivo da Ativação de produto é reduzir uma forma de pirataria conhecida como "cópia casual" ou "softlifting". A cópia casual é uma forma de pirataria caracterizada pelo compartilhamento de softwares entre pessoas de uma forma que infringe o contrato de licença de usuário final (EULA) do software. Por exemplo, o Windows 10 é licenciado primariamente em um único computador e, sem a compra de licenças adicionais, não pode ser instalado em outras máquinas. Se alguém obtiver uma cópia do Windows 10 e a carregar em seu computador e depois a compartilhar com uma segunda pessoa, que a carrega em seu computador, ambos são culpados de cópia casual.

    A maioria das licenças permite que softwares sejam reinstalados e ativados no mesmo computador um número ilimitado de vezes. Para ter certeza de que está usando sua licença de forma apropriada, consulte seu contrato de licença de usuário final ou os direitos de uso do produto para detalhes de um produto específico.

    A cópia casual responde por uma grande parcela dos prejuízos econômicos devidos à pirataria. Com o tempo, a redução da pirataria significa que o setor de softwares pode investir mais no desenvolvimento, qualidade e suporte aos produtos. Isso garante produtos melhores e mais inovação para os clientes.

    Somente o software original fornece atualizações e downloads adicionais da Microsoft. Além do suporte da Microsoft e de seus parceiros, forte proteção contra vírus, spyware e outros softwares mal-intencionados e desempenho rápido para que você possa se concentrar em expandir seus negócios.

    O software original ajuda você a proteger sua empresa e a economizar dinheiro. Por que somar risco inesperado a seus negócios, quando você pode receber benefícios com o original?

  • Informações adicionais

  •  
  • Como funciona a ativação

    Softwares comprados "na prateleira" ou computadores novos vendidos por OEMs exigem ativação. Contudo, o OEM pode ativar o software na fábrica antes da entrega ao usuário final. Uma vez concluída a ativação, a maioria dos usuários nunca mais terá de ativar a instalação novamente.

    Fácil e segura

    A Ativação de produto é um processo simples e direto. Na maioria dos casos, a única informação necessária para ativar é uma ID de instalação criada pelo software. As informações coletadas não são usadas para identificar você pessoalmente.

    A Ativação de produto leva menos de um minuto quando feita pela Internet. Se a ativação for feita dessa forma, o produto cuidará da maior parte do trabalho e exigirá pouquíssima participação do usuário.

    A ativação também pode ser feita falando-se com um representante do atendimento ao cliente Microsoft. Se a ativação for feita por telefone, um representante do atendimento ao cliente Microsoft auxiliará no processo.

    Conveniente

    Para tornar a ativação conveniente, os produtos não exigem ativação imediatamente após a instalação. O Office XP e o Office 2003 e seus componentes permitem até 50 lançamentos antes de exigirem ativação. O Visio 2002 permite até 10 lançamentos antes de exigir ativação. O Windows XP dá 30 dias a partir da primeira inicialização antes de exigir ativação.

  •  
  •  
  • Fatos sobre a Ativação de produtos

    A Ativação de produtos Microsoft é fácil para os usuários e muitos deles precisarão ativar apenas uma vez na vida do produto (alguns podem ter de ativar novamente caso mudem o software para outro computador ou façam a atualização de um número significativo de componentes dentro da máquina).

    Clientes que adquirem licenças para a maioria dos produtos através de um dos programas de Licenciamento por volume Microsoft não precisarão ativá-las.

    A Ativação de produto Microsoft é totalmente baseada em software e não exige nenhum dongle de hardware, disquete ou outra ferramenta externa.

    Nenhuma das informações coletadas durante a ativação será usada para identificar você pessoalmente.

  • Clientes podem ativar o produto através de dois métodos:

    1. Internet. Servidores Microsoft processam a ativação e ativam o produto silenciosamente.
    2. Telefone. Representantes do atendimento ao cliente processam ativações e exceções.
  •  
  • A ativação requer que cada instância de uma instalação de produto seja ativada com a Microsoft.

    Uma Chave de produto exclusiva é necessária para cada instalação.

    Call centers para ativações por telefone são localizados de forma regional em todo o mundo.

    Representantes do atendimento ao cliente fornecem suporte no idioma local.

  • Dados obrigatórios de Ativação de produto

    • A ID de instalação é única para cada produto e possui dois componentes:
    • O país no qual o produto está sendo instalado (para o Office XP e produtos da família Office XP apenas)
  • Dados voluntários de registro de produto (para alguns produtos)

    • Nome, nome e endereço da empresa
    • Telefone e e-mail
  •  
  • Mitos sobre a Ativação de produtos

    A ativação é difícil.

    A Ativação de produto é muito simples, na verdade. Exige apenas alguns cliques no mouse para quem tem conectividade com a Internet. Para quem precisa ativar por telefone, o processo com um representante do atendimento ao cliente pode ser concluído em apenas alguns minutos. A resposta da maioria dos usuários é "é só isso?".

    Os usuários precisam de conectividade com a Internet para ativar.

    A ativação de produto oferece dois métodos: Internet e telefone. O método da Internet exige que o computador possa fazer uma conexão. O método por telefone exige que o usuário forneça informações a um representante do atendimento ao cliente.

    A ativação de produto é uma invasão de privacidade.

    A Microsoft respeita completamente a privacidade de seus clientes. Nenhuma das informações coletadas será usada para identificar você pessoalmente.

    A ativação do produto dificulta o uso do software pelos clientes

    Na verdade, os clientes devem sofrer um impacto mínimo, se houver. Licenças adquiridas por clientes através dos programas de Licenciamento por volume Microsoft não exigem ativação.

    Então vocês não me identificam pessoalmente, mas exigem informações sobre a marca e modelo de meu computador.

    Para garantir a privacidade do usuário final, a Microsoft usa um algoritmo matemático unidirecional para criar o hash do hardware usado pela Ativação de produto para criar a ID de instalação. Uma vez criada, a informação de hash não pode ser calculada de volta para seus valores originais Informações de hardware são enviadas através do algoritmo no software no computador - não na Microsoft - para criar o hash. As informações brutas do hardware não são conhecidas pela Microsoft nem enviadas para ela. Garantir a privacidade do usuário final é um dos objetivos principais da Microsoft com a Ativação de produto.

    Falsificadores são o verdadeiro problema da pirataria.

    A pirataria de software tem várias formas, algumas mais conhecidas que outras. Cada tipo de pirataria é único e frequentemente exige métodos de proteção igualmente únicos.

    A falsificação é uma forma comum de pirataria Outras incluem carregamento em disco rígido, pirataria na Internet e cópias casuais ou softlifting, como também é conhecida. A cópia casual é o compartilhamento de software entre pessoas de uma maneira que infringe o EULA do software. Um exemplo de cópia casual é se alguém obtiver uma cópia do Windows XP e a carregar em seu computador, depois a compartilhar com uma segunda pessoa, em seguida com uma terceira e assim por diante. Essa forma de pirataria é bastante predominante e responde por uma grande parte dos prejuízos econômicos provocados pela pirataria. É essa forma de pirataria, a cópia casual, que a Microsoft está primariamente procurando reduzir com a Ativação de produto.

    A Microsoft está lidando com as outras formas de pirataria com outras iniciativas, tais como Certificados de autenticidade (COA) que acompanham computadores novos com licenças originais, hologramas, campanhas educacionais e, conforme a necessidade, esforços de cumprimento das leis.

    A Ativação de produto impede que os usuários mudem ou atualizem seus hardwares.

    De forma alguma. Os usuários podem mudar ou atualizar seus hardwares. Uma das formas de pirataria conta a qual a Ativação de produto protege é a criação de imagem de disco rígido. Nem todas as formas de imagens de disco rígido são ilegais. No caso em que um pirata copia dados de um disco rígido de computador para outro para executar ilegalmente o software em duas máquinas, a Ativação de produto impede isso ao forçar que o software copiado seja reativado. Ela faz isso comparando o hardware no qual foi ativada com o hardware no qual está sendo inicializada no momento. Se o hardware for substancialmente diferente, a reativação é exigida. Se for o mesmo ou similar, o software continuará a funcionar. Quem atualizar substancialmente o hardware de seu computador pode precisar reativar. A reativação por essa razão é fácil e pode ser concluída entrando-se em contato com a Microsoft para a obtenção de outra ID de confirmação.

    A Ativação de produto muda a maneira como softwares Microsoft são licenciados.

    Os princípios fundamentais das licenças de software da Microsoft não mudaram. Contratos de licença de usuário final da Microsoft sempre estipularam o número de computadores em que o software pode ser instalado. A Ativação de produto não altera isso.

  •  
  •  
  • Licenciamento por volume e ativação

    Qualificar-se como um cliente de licenciamento por volume é mais fácil do que muitos possam pensar. Clientes podem qualificar-se para o programa de licenciamento Open da Microsoft comprando cinco licenças. Mais informações sobre o licenciamento Open e outros programas de licenciamento por volume da Microsoft podem ser obtidas no site de licenciamento para empresas. É importante entender que contratos de Licenciamento por Volume não cobrem o sistema operacional cliente Windows completo; o Licenciamento por volume fornece apenas atualizações para o cliente Windows. O cliente deve ter, primeiramente, uma licença de sistema operacional subjacente qualificado antes de instalar softwares de Licenciamento por volume em seus computadores. Clientes que adquirem licenças de software através de um dos programas de Licenciamento por volume Microsoft não precisarão ativá-las. A Microsoft entende os requisitos de implantação únicos de empresas que precisam adquirir licenças em volume e fornece a elas produtos que não exigem ativação.