Satya Nadella é o novo CEO da Microsoft
02 04 2014
A Microsoft Corp. anunciou hoje a escolha de Satya Nadella para Chief Executive Officer e membro do Conselho de Administração da Microsoft, com efeito a partir de hoje. Anteriormente, Nadella era Vice-Presidente Executivo da área de Cloud e Empresas na Microsoft.

Lisboa, 4 de fevereiro de 2014 – A Microsoft Corp. anunciou hoje a escolha de Satya Nadella para Chief Executive Officer e membro do Conselho de Administração da Microsoft, com efeito a partir de hoje. Anteriormente, Nadella era Vice-Presidente Executivo da área de Cloud e Empresas na Microsoft.

Neste período de transformação, a melhor pessoa para liderar a Microsoft é Satya Nadella. É um líder com provas dadas, com elevadíssimos conhecimentos de engenharia, visão de negócio e com capacidade de reunir as pessoas em torno do mesmo objetivo. A sua visão sobre o modo como a tecnologia será usada e experienciada nos quatro cantos do mundo é exatamente aquilo que a Microsoft necessita, no momento em que entra numa nova fase de expansão em termos de inovação de produto e de crescimento”, afirma Bill Gates, fundador da Microsoft e membro do Conselho de Administração.

Desde que entrou para a Microsoft em 1992, Nadella supervisionou a definição da estratégia e mudanças tecnológicas no portefólio de produtos e serviços da empresa, em especial a mudança da companhia para a Cloud, e desenvolvimento de uma das maiores infraestruturas de Cloud a nível mundial, que suporta o Bing, Xbox, Office e outros serviços. E durante o período em que foi responsável pelo negócio de Servidores e Ferramentas de Desenvolvimento, os resultados foram superiores aos do mercado e conquistou quota de mercado aos concorrentes.

A Microsoft é uma das poucas companhias que verdadeiramente revolucionou o mundo com a sua tecnologia, e não posso estar mais honrado com esta escolha para liderar a companhia. A Microsoft tem muitas oportunidades à sua frente mas para as aproveitarmos temos de focar com clareza, sermos mais rápidos e continuar a transformação. Grande parte do meu trabalho será acelerar a nossa capacidade de oferecer produtos inovadores aos nossos clientes”, afirma Nadella.

Tendo trabalhado com ele ao longo de mais de 20 anos, sei que Satya é o líder certo, no momento certo para a Microsoft”, afirmou Steve Ballmer que anunciou a 23 de agosto de 2013 que deixaria a liderança da Microsoft, logo que o seu sucessor fosse nomeado. “Tive o distinto privilégio de trabalhar com os mais talentosos colaboradores e com uma equipa líder nesta indústria, e sei que a sua paixão e ambição apenas se tornaram mais fortes sob a liderança de Satya”.

A Microsoft anunciou também que Steve Ballmer, até então Presidente do Conselho de Administração, assumirá um novo papel no Conselho de Administração enquanto fundador e conselheiro tecnológico, dedicando mais tempo à empresa e apoiando Nadella na sua formação e liderança tecnológica da companhia. John Thompson assume agora o papel de Chairman, permanecendo como administrador independente no Conselho de Administração.

Satya é, sem sombra de dúvida, a melhor pessoa para liderar a Microsoft, contando por isso com o apoio unânime de todo o Conselho de Administração”, afirmou John Thompson. “O Conselho de Administração privilegiou ao longo de todo este processo uma abordagem séria, em linha com aquilo que é esperado e merecido por todos os nossos acionistas, parceiros e colaboradores.

Com a integração de Nadella, o Conselho de Administração da Microsoft passar a ser constituído por Ballmer, Dina Dublon, antiga Chief Financial Officer da JPMorgan Chase, Bill Gates, Maria M. Klaw,e Presidente da Harvey Mudd College, Stephen J. Luczo, Chairman e Chief Executive Officer da Seagate Technology PLC, David F. Marquard, General Partner da August Capital, Nadella, Charles H. Noski, antigo vice Charmain do Bank of America Corp, Dr. Helmut Panke, ex-presidente do Conselho de Administração da BMW Bayerische Motoren Werke AG, e John W. Thompson, Chief Executive Officer da Virtual Instruments.

Sete dos 10 membros do conselho de Administração da Microsoft são independentes, mantendo assim a conformidade com as diretrizes de liderança e gestão da empresa, segundo as quais deve existir uma maioria de elementos independentes.

Read More: