Sobre a Microsoft

Quem somos

A Microsoft instalou a sua subsidiária em Portugal - a MSFT Lda. - em 1990 com uma equipa profissional e dinâmica, que tem por objetivo promover a indústria de software português.

Em 2013 a Microsoft redefine o seu posicionamento, apresentando-se como uma empresa de serviços e dispositivos, empenhada em criar um conjunto de soluções para particulares e empresas e que lhes permitam tirar maior partido das atividades que mais valorizam, onde quer que estejam, em casa, no trabalho ou em mobilidade.

A Microsoft conduz a sua atividade e estratégia global em função de oito áreas de negócio:

  1. Sistemas Operativos: desenvolvimento de sistemas operativos para consolas, dispositivos móveis, PC’s e sistemas servidor, todos os principais serviços disponíveis na cloud;

  2. Dispositivos: de hardware e respetiva cadeia de valor para os vários dispositivos;

  3. Aplicações e Serviços: conceção dos mais inovadores serviços e aplicações na área da produtividade, comunicação, pesquisa e outras áreas de informação;

  4. Cloud e Empresas: elaboração de tecnologias de suporte como datacenter, bases de dados e outras  para cenários de TI e ferramentas de desenvolvimento empresarial.

  5. Aplicações de Negócio “Dynamics”: todas as soluções, software e funcionalidades de ERP e CRM para o segmento empresarial;

  6. Investigação e Desenvolvimento, Planeamento Estratégico: serviços de I&D, prospeção de mercado, definição de estratégias e tendências;

  7. Gestão de Operações: engloba a área de vendas, marketing, serviços, suporte, operações comerciais e licenciamento, entre outras;

  8. Gestão de Negócio e Evangelismo: definição de estratégias de inovação com parceiros chave, especialistas em desenvolvimento de software e evangelistas.

Estas áreas tocam de forma transversal os segmentos onde atuamos:

  • Grandes Empresas e Parceiros Empresariais;

  • Setor Público (Governo Central e Local, Educação)

  • Pequenas e Médias Empresas e Canal de Parceiros

O modelo operacional da Microsoft está sustentado numa rede de cerca de 3300 parceiros, muitos dos quais desenvolvem as suas próprias soluções, prestam serviços ou revendem os nossos produtos ao mercado. Este modelo, economicamente enriquecedor, faz com que a Microsoft seja um dos grandes geradores de emprego em Portugal.