Pesquisar Segurança Microsoft
Pesquisar Microsoft.com

Segurança Familiar

Ensine os seus familiares a utilizarem a Internet de forma mais segura com estas directrizes. Aprenda sobre definições de segurança familiar para produtos Microsoft

Ajude a proteger os seus filhos on-line: 4 coisas que pode fazer

Ajude a proteger os seus filhos on-line: 4 coisas que pode fazer

Siga estes passos para ajudar a proteger a privacidade e a segurança dos seus filhos quando estiverem a utilizar o computador.

Passo 1. Decida os sites que o seu filho pode e não pode visitar

É uma boa ideia visitar alguns sites para crianças. Preste particular atenção quando os sites recolhem informações pessoais.

Leia a declaração de privacidade e, se não concordar, tente encontrar um site similar que não requeira informações pessoais.

Bloquear conteúdo inapropriado

Uma das melhores defesas contra conteúdo inapropriado é bloqueá-lo antes de o visualizar. Com o software Microsoft, existem algumas formas diferentes de o fazer.

Restrições de Acesso do Windows 7 e Windows Vista O Windows 7 e o Windows Vista incluem um poderoso e diversificado conjunto de restrições de acesso que ajudar os pais a monitorizar, gerir e administrar a utilização do computador por parte das crianças – ajudando-os a mantê-las protegidas. Para obter mais informações, veja: Restrições de Acesso Windows 7 ou Restrições de Acesso Windows Vista.

Segurança Familiar do Windows Live. Este software ajuda-o a filtrar informações com base na idade de cada criança. Pode também limitar pesquisas, bloquear ou permitir certos websites e monitorizar o que o seu filho faz on-line. Também tem acesso a directrizes sobre como ajudar uma criança a utilizar comunicações on-line em segurança ou como falar com ela sobre navegação inapropriada na Web. Para obter mais informações, veja: Segurança Familiar do Windows Live.

Restrições de acesso da Xbox. A Xbox inclui restrições de acesso que ajudam a restringir a capacidade do seu filho de jogar jogos inapropriados e a ver filmes DVD inapropriados.

Para obter mais informações, leia: Restrições de Acesso: Definições de software para preservar a segurança do seu filho.

Passo 2: Aumentar a sua segurança e privacidade

Para além de bloquear conteúdos inapropriados, é uma boa ideia bloquear sites e transferências que possam pôr em risco a sua segurança e privacidade.

Definir limites sobre transferências. Jogos gratuitos, música gratuita, barras de ferramenta animadas e outras transferências podem expor o seu computador a spyware ou outro software não desejado. Dependendo da idade do seu filho, pode ensiná-lo a não transferir software de origem desconhecida na Internet ou a pedir a sua autorização antes de transferir algo. Isto pode ajudar a manter software não desejado fora do seu computador.

Uma criança pode “infectar” acidentalmente o seu computador com spyware ou outro software não desejado. Alguns sites populares para crianças podem tentar transferir programas sem autorização. Para evitar isto, monitorize os sites aos quais o seu filho acede. Para obter mais informações, leia o passo 3.

Utilize software anti-vírus e anti-spyware como o Microsoft Security Essentials. Microsoft Security Essentials Ajuda-o a detectar, desactivar ou remover vírus, spyware e outro software potencialmente não desejado. Pode transferi-lo gratuitamente para o Windows 7, Windows Vista e Windows XP. Para obter mais informações, veja: Ajude a Proteger o seu Computador com Microsoft Security Essentials.

Crie diferentes contas do utilizador. Windows 7, Windows Vista e Windows XP permitem criar diferentes contas do utilizador para o seu computador. Cada utilizador inicia a sessão com um perfil único e com o seu Ambiente de trabalho e pasta Meus Documentos. Pode atribuir a si mesmo uma conta de Administrador e dar uma conta de Utilizador Limitado ao seu filho. As contas de administrador têm controlo total sobre o computador. Os utilizadores limitados não podem alterar as definições de sistema ou instalar novo hardware ou software, incluindo a maioria dos jogos, leitores multimédia e programas de chat.

Ajuste as definições de segurança do browser. Pode ajudar a proteger o seu filho através do browser. O Internet Explorer ajuda-o a controlar as suas preferências de segurança e privacidade permitindo atribuir diferentes níveis de segurança a websites.

Passo 3: Monitorize os sites aos quais o seu filho acede

Poderá não ser possível estar presente sempre que o seu filho estiver on-line. Mas é possível verificar depois os sites que o seu filho visitou.

Ao rever a lista do Histórico no Internet Explorer, pode ver todos os sites visitados pelo seu filho quando esteve on-line. Para ver o Histórico de Internet, clique no botão Histórico na barra de ferramentas do browser.

Segurança Familiar do Windows Live e as restrições de acesso em Windows 7 e Windows Vista podem também ajudá-lo a monitorizar sempre que o seu filho estiver on-line. Para obter mais informações, veja: Restrições de Acesso: Definições de software para preservar a segurança do seu filho..

Passo 4: Lembre ao seu filho para não falar com estranhos on-line

Chats em tempo real, redes sociais e mensagens instantâneas podem ser um excelente meio para as crianças discutirem os seus interesses e construírem amizades. Mas o anonimato da Internet pode colocar as crianças em risco de se tornarem vítimas de impostores e predadores. Para ajudar a minimizar a vulnerabilidade do seu filho, ensine-o a tomar precauções como:

  • Utilizar apenas o primeiro nome ou alcunha para identificação.

  • Nunca divulgar um n.º de telefone ou morada.

  • Nunca enviar fotografias suas.

  • Nunca concordar em encontrar-se com alguém que conheceu on-line sem supervisão.

Para ajudar a proteger o seu filho de ser contactado por estranhos enquanto envia mensagens instantâneas, configure o seu software de forma a permitir apenas contactos aprovados.