United States   Change   |   All Microsoft Sites

Home

Windows Server 2008 R2 e BranchCache

Impulsionadas pelos desafios de reduzir os custos e a complexidade do TI de escritórios remotos, organizações estão buscando centralizar aplicações. Entretanto, conforme ela fazem isso, a dependência da disponibilidade e da qualidade de um link de WAN (wide-area network - rede de longa distância) aumenta. Um resultado direto da centralização é a maior utilização do link de WAN e a degradação do desempenho de aplicações. Estudos recentes demonstraram que, apesar da redução de custos associados com links de WAN, seus custos ainda são um componente principal das despesas operacionais das organizações

O BranchCache, presente nos sistemas operacionais Windows 7 e Windows Server 2008 R2, pode aumentar a agilidade nas respostas de reação de aplicações centralizadas na rede quando acessadas em escritórios remotos, o que proporciona aos usuários desses escritórios a experiência de trabalhar em sua rede local. O BranchCache também ajuda a reduzir a utilização da WAN.

Quando o BranchCache é habilitado, uma cópia dos dados acessados na intranet Web e nos servidores de arquivos é armazenada em cache localmente, dentro do escritório remoto. Quando outro cliente da mesma rede solicita o arquivo, ele faz o download desse arquivo a partir do cache local, sem ter que fazer o download do mesmo conteúdo pela WAN.

Assista a um vídeo sobre BranchCache (em inglês)

O BranchCache pode operar de dois modos:

  • Cache Distribuído.. Usando uma arquitetura ponto-a-ponto, os computadores clientes do Windows 7 armazenam em cache cópias dos arquivos e as enviam diretamente para outros computadores clientes do Windows 7, como necessário. Para melhorar o desempenho, basta habilitar o BranchCache em seu cliente do Windows 7 e nos computadores baseados no Windows Server 2008 R2. O Cache Distribuído é benéfico principalmente nos escritórios remotos que não têm um servidor local.

  • Cache Hospedado.. Usando uma arquitetura de cliente e servidor, os computadores clientes do Windows 7 armazenam em cache os conteúdos em um computador da rede local que executa o Windows Server 2008 R2, método conhecido como Cache Hospedado. Os outros clientes que precisarem do mesmo conteúdo poderão recuperá-lo diretamente do Cache Hospedado. O computador que possui o Cache Hospedado pode executar a opção de instalação Server Core do Windows Server 2008 R2 e hospedar também outras aplicações.

O diagrama a seguir ilustra esses dois modos:

Hosted cache and distributed cache

O BranchCache melhora o desempenho das aplicações que usam um dos seguintes protocolos:

  • HTTP e HTTPS. Os protocolos usados por navegadores Web e muitas outras aplicações, como o Internet Explorer, Windows Media, entre outros.

  • SMB (incluindo tráfego SMB assinado). O protocolo usado para pastas compartilhadas.

O BranchCache só recupera dados de um servidor quando o cliente o solicita. Como é um cache passivo, ele não aumenta a utilização da WAN. O BranchCache só armazena em cache as solicitações de leitura, por isso não interfere no salvamento do arquivo pelo usuário.

O BranchCache melhora a capacidade de resposta de aplicações de rede comuns que acessam servidores de intranet com conexões lentas. Como ele não requer nenhuma infraestrutura, você pode melhorar o desempenho das redes remotas implantando o Windows 7 nos computadores clientes, o Windows Server 2008 R2 nos servidores e habilitando o BranchCache.

O BranchCache funciona em conjunto com tecnologias de segurança de rede, como SSL, Assinatura SMB e IPsec de fim a fim. Você pode usar o BranchCache para reduzir a utilização da largura de banda da rede e melhorar o desempenho das aplicações, mesmo que o conteúdo esteja criptografado.