Educação e Empreendedorismo
Visão Geral
Iniciativas
 
Programas de fomento à inovação dentro e fora da sala de aula
Capacitação de qualidade: estímulo à competitividade dos jovens brasileiros
Programas e iniciativas de estímulo ao empreendedorismo
Centros de Inovação Microsoft: o caminho
para o desenvolvimento de novas tecnologias
Apoio aos empreendedores digitais
Programas para aceleração de startups
Da educação básica à vida empreendedora - Ciclo de transformação para a competitividade
Casos de Sucesso
 
Soluções da Microsoft transformam rotina de alunos de Etecs e Fatecs e de funcionários do Centro Paula Souza
Plataforma testa sites e aplicativos para detectar problemas e propiciar melhor experiência ao usuário
Dom Rock: organizando dados das empresas
para facilitar decisões rápidas e estratégicas
Voltar para o inicio

Qualidade de ensino e capacitação, bases para o início do apoio à jornada empreendedora

Ao assumir o compromisso de fomentar a Educação e o Empreendedorismo no Brasil, a Microsoft implementou um conjunto de programas e iniciativas que apoiam toda a jornada empreendedora, desde a capacitação do futuro empreendedor até o estímulo para a geração de ideias inovadoras que irão criar as startups, igualmente apoiadas pela Microsoft.

A Microsoft disponibiliza aos alunos e professores o melhor da tecnologia, dos primeiros anos de escola até o início da carreira profissional. A partir dos seis anos, quando entra na escola pública ou privada, o estudante tem acesso à tecnologia, a conteúdo e à capacitação por meio de programas e iniciativas da companhia.

As escolas, além de terem acesso às soluções e aos serviços Microsoft por valores amplamente subsidiados, têm também a possibilidade de acessar um grande portfólio de soluções e conteúdos acadêmicos sem custos. Uma das principais iniciativas é a capacitação de professores para que eles se tornem aptos a preparar os futuros profissionais, contando com o melhor da tecnologia no processo educacional. Os programas do pilar Educação e Empreendedorismo colocam a tecnologia à disposição do maior número de alunos possível.

Na Microsoft, o programa Professores Embaixadores conta com educadores que fazem parte do quadro da companhia, mas que se dedicam única e exclusivamente a capacitar profissionais da educação no uso da tecnologia em sala de aula. O programa tem atraído inúmeras secretarias de educação país afora. Como no estado de Goiás, em que a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte assinou um acordo de cooperação com a Microsoft para fomentar a educação, a qualificação, a inovação e o empreendedorismo. A iniciativa beneficiou os professores da rede estadual de ensino, dando acesso a conteúdo e a soluções educacionais, e promovendo a inserção da tecnologia dentro da sala de aula. Com a parceria, os professores puderam participar dos cursos Office 365 para Educação e Windows na Sala de Aula, e aprender como recursos de computação na nuvem, e-mail, OneDrive e Office Web Apps são poderosas ferramentas para o aprendizado durante as aulas.

O Office 365, solução em nuvem da Microsoft voltada para a gestão de produtividade, também é utilizado por 28 mil usuários – entre alunos, professores e funcionários – da universidade e dos colégios Mackenzie, em São Paulo. A ferramenta apoia atividades de ensino e aprendizagem, além das funções administrativas dos estabelecimentos de ensino. Vale lembrar que o Office 365 é gratuito para toda e qualquer instituição de ensino regularmente cadastrada no Ministério da Educação.

Com a computação em nuvem, tanto alunos quanto professores colaboram entre si, e a mobilidade do Office 365 tornou o compartilhamento de conteúdo possível de qualquer lugar e em qualquer hora. Um dos reflexos positivos advindos com a adoção da solução de produtividade online foi diminuir o trabalho da equipe de TI da instituição, que deixou de atender a pedidos e reclamações de professores e funcionários em função da falta de serviço e das limitações internas de capacidade.