Saúde Inclusiva e Eficiente
Visão Geral
Iniciativas
 
Tecnologia que salva vidas
Informações completas e acessíveis
Casos de Sucesso
 
Hospital 9 de Julho
Voltar para o inicio

A tecnologia tem provocado uma revolução digital na área de saúde, que passou a contar com soluções que melhoram os serviços médicos e a produtividade das equipes e reduzem custos.

Microsoft acredita que a tecnologia pode contribuir com o avanço da medicina e modernizar os processos adotados pelas instituições de saúde. Por isso, criou uma área que desenvolve soluções e destina plataformas existentes para envolver os pacientes, melhorar a produtividade dos colaboradores, otimizar a gestão hospitalar e transformar os atendimentos em todos os níveis. A companhia busca constantemente novos parceiros e novas tecnologias para melhorar o sistema de saúde brasileiro.

Com instituições mais modernas, inclusivas e eficientes, os pacientes terão melhor qualidade no atendimento e na solução de seus problemas. A transformação digital impacta a vida das pessoas quando elas encontram hospitais capazes de acessar rapidamente todas as informações sobre seus pacientes, tornando os processos mais ágeis e fazendo a diferença, além de reduzirem os custos de operação da instituição.

No Brasil, a área de Saúde Inclusiva e Eficiente da Microsoft está transformando as rotinas hospitalares. Foi o que aconteceu no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), que migrou o repositório de dados e sistemas de Business Intelligence (BI) para o Microsoft SQL 2014, alcançando 80% de redução nos trabalhos de extração e transformação de dados (ETL).

O HCPA é o maior hospital da capital gaúcha e atende cerca de 50 mil pacientes por mês. Desde a implantação da ferramenta da Microsoft, ganhou agilidade ao carregar dados. Antes, a demora ultrapassava 3 horas; atualmente, a expectativa é de menos de uma hora, facilitando a entrega de informações e a tomada de decisão de 400 gestores, entre diretores e coordenadores.

A Microsoft forneceu para o hospital uma ferramenta que reúne no sistema de Business Intelligence informações de setores vitais para o funcionamento adequado da instituição. Há dados da área assistencial, tempo de permanência do paciente, entrada e saída no hospital, emergência, internação, ambulatório, centro cirúrgico, entre outros. Agora, os gestores conseguem fazer análises de comparação de BI considerando dados históricos e o volume atual das áreas do hospital. Um avanço que salva vidas, principalmente em áreas críticas como a emergência, que tem fluxo constante de pacientes e exige tomada de decisão rápida.