MIE Fellows em uma jornada de transformação da educação por meio da tecnologia

07 de dezembro de 2020

Postado por Microsoft Educação em Sem categoria

alguns alunos e professores dentro de círculos

Por Andréa Barreto e Renato Rodrigues

Somos Andréa Barreto, professora da Rede Municipal do Rio de Janeiro, e Renato Rodrigues, coordenador de tecnologias educacionais do Senac-RN. Fazemos parte da Comunidade de Educadores Inovadores da Microsoft (clique aqui e acesse a plataforma) desde 2017.

Hoje vamos compartilhar um pouco de nossas experiências e nossos desafios neste ano de 2020, quando a pandemia nos levou para uma situação que sempre imaginamos, mas nunca poderíamos querer que fosse por essa razão. A escola do século XXI chegou sem pedir licença.

Gostaríamos muito de ilustrar com nossas práticas o que a Comunidade de Educadores da Microsoft já vem mostrando há anos: o professor é o grande mastro em todo o processo de inovação e transformação da educação, um fio condutor. Nosso objetivo, com este artigo, é inspirar e garantir que ninguém esteja sozinho nesse processo de mudança e na real transformação da aprendizagem. 

Trilhando a formação do professor na escola pública

Eu, Andréa, sou formada em Ciências Biológicas e sempre amei ensinar. Minha família tem mais professores que outra profissão, e a nossa piada é que não fazemos reunião de família, e sim conselho de classe.

Hoje em dia trabalho na 2ª Coordenadoria Regional de Educação da Secretaria Municipal do Rio de Janeiro, onde sou responsável, com o professor Francisco Velásquez, pela formação em tecnologias digitais e metodologias ativas. Ao total, atendemos 154 escolas com mais de 3.000 professores.

Desde 2013, faço formação de professores e, com os cursos da plataforma da Microsoft, me aperfeiçoei ainda mais, pois consegui alinhar as ferramentas com as metodologias. Nenhum recurso por si só vai trazer a inovação, mas, se formarmos profissionais que conheçam bem cada uma das ferramentas e suas funcionalidades, aí é que começa a verdadeira transformação.

Com essa perspectiva, luto para que cada professor da escola pública receba uma formação que leve para nosso aluno a tão desejada educação do século XXI. Esse tipo de aprendizagem chegou sem pedir licença com a pandemia e, nesse esforço conjunto, formei neste ano de 2020 mais de 300 profissionais – entre gestores e professores – para o uso das ferramentas do Office 365 e em metodologias ativas. Nossas capacitações ocorrem no Microsoft Teams, e as inscrições para cem vagas a cada três semanas acabaram em menos de três horas.

Luto por uma educação pública de qualidade e equidade, e acredito que o aluno da escola pública tem direito a toda inovação que pudermos oferecer para melhores oportunidades no futuro.

Professora Andrea de pé

Professora Andréa, durante suas formações de professores

As fronteiras entre o mundo online e offline estão desaparecendo

Eu sou Renato Rodrigues, trabalho no Senac Rio Grande do Norte como coordenador de tecnologias educacionais e recentemente fui reconhecido como MIE Fellow. Esse badge é atribuído a membros selecionados pela Microsoft que são extremamente ativos na comunidade e completamente apaixonados pela transformação da educação por meio da tecnologia. Eles utilizam sua influência para ajudar a capacitar professores no uso de tecnologia na sala de aula e para que cada vez mais as pessoas conheçam as iniciativas da Microsoft na área da educação.

Esse título foi fruto de muito trabalho, foco e dedicação, mas, acima de tudo, foi assumir de fato o papel de atuar como um condutor e defensor do processo de uma transformação real da educação por meio da tecnologia, empoderando os professores e alunos para, juntos, alcançarmos essa mudança tão necessária.

O mundo enfrenta problemas extremamente complexos. A capacidade de reconhecer o problema atrás do problema, de olhar para uma questão sob diferentes perspectivas e de criar estratégias efetivas – e principalmente ágeis – para resolver situações novas e mal definidas em cenários complicados do mundo real irá diferenciá-lo no mercado do mundo do trabalho e, com isso, você será um profissional com já alguns requisitos necessários para ser bem-sucedido no futuro.

A tendência do mundo é a digitalização e a desmaterialização. É importante saber o que fazer com as novas tecnologias, e não apenas saber operá-las. Significa tomar decisões inteligentes para usar as tecnologias a seu favor, aumentando sua produtividade e seu desempenho. A tecnologia é o meio, e não o fim.


Renato Rodrigues, na sala virtual Senac-RN

Microsoft Teams, Skype e FlipGrid conectando salas de aula no mundo todo

O Microsoft Teams foi o grande conector entre as instituições durante este período de pandemia. Atualmente, mais de 115 milhões de pessoas usam o Teams diariamente, e a Microsoft tem ótimos exemplos de escolas que estão usando a ferramenta com um grande hub entre professores, alunos e coordenação e uma infinidade de conteúdo, provas e roteiros de aula.

Prova disso foi a sexta edição do Microsoft Global Learning Connection, no qual, por 48 horas, salas de aula do mundo se conectaram para trocar conhecimento e experiências deste ano. Além disso, os professores estão utilizando o Skype e o FlipGrid para promover esse intercâmbio entre os estudantes. “Este ano participei de inúmeras experiências, milhares de quilômetros virtuais viajados. É uma experiência que não está em livro nenhum. Por meio do Skype na Sala de Aula é possível participar de excursões virtuais com especialistas, jogar Mystery Skype e muito mais. É uma maneira de interagir globalmente, promovendo empatia e compaixão uns pelos outros e por nosso planeta”, ressalta Josane Batalha, professora e Global Learning Mentor.

Próximos passos para a educação

O futuro do trabalho será marcado pela volatilidade, imprevisibilidade e complexidade. Você terá que ser capaz de se adaptar e responder a circunstâncias novas e inesperadas. Essa atitude de adaptação também lhe possibilitará cumprir tarefas completamente diferentes umas das outras, conforme as demandas forem surgindo.

No fim de março de 2020, aqui no Senac-RN, tivemos que nos reinventar. Utilizando Metodologia Ágil e o Microsoft Planner para monitorar e gerenciar as tarefas e atividades, conseguimos, em 15 dias, montar um time multidisciplinar com diretores, gestores, pedagogos, administrativos e professores para que tivessem uma overdose de tecnologia com as ferramentas do Microsoft 365, em especial o Microsoft Teams, para que fosse possível virar a chave do presencial para o online e fazer com que cerca de 1.500 alunos tivessem aulas remotas.

Com isso, conseguimos reduzir drasticamente o impacto que a pandemia trouxe para as nossas salas de aula. Pensar sobre o futuro não deve ficar restrito aos futuristas profissionais. O pensamento futuro nos fez e nos faz evoluir como espécie. À medida que mais pessoas e organizações começam a vivenciar situações dentro de múltiplos futuros alternativos, mais valiosos serão os insights para criar um plano estratégico dinâmico, tanto para a tomada de melhores decisões em contextos de maior complexidade e volatilidade quanto para expandir novas oportunidades.

“Tão logo entramos nesse período de quarentena, as equipes técnicas do Senac se dedicaram a desenvolver estratégias para utilizar um ambiente virtual, onde pudéssemos continuar cumprindo com nossa missão de transformar vidas por meio da educação profissional”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

O ano de 2020 será exemplo de como a tecnologia e a educação devem andar juntas para promover uma aprendizagem mais significativa e transformadora. Professores, o que será que vem por aí em 2021? Um bom fim de ano letivo para nós.

Últimos posts