A Microsoft aparece como líder no Quadrante Mágico da Gartner para UEM (Gerenciamento Unificado de Pontos de Extremidade)

Hoje, o Gartner publicou sua análise do mercado de UEM (Gerenciamento Unificado de Pontos de Extremidade), o Quadrante Mágico das Ferramentas de UEM.

Tenho o prazer de anunciar que a Microsoft está no quadrante dos líderes!

Para nós, esse é um reconhecimento fantástico das nossas soluções e dos enormes investimentos em engenharia que fizemos, mas, sobretudo, é o destaque das milhares de implantações de EMS bem-sucedidas no mundo todo.

Nos últimos dois anos, escrevi muitas vezes sobre dois aspectos fundamentais:

1) O valor de estar profundamente conectado com os clientes e

2)  Por que sinto que as equipes da Microsoft estão mais conectadas com os clientes do que nunca.

Essa conexão bem estabelecida com os clientes tem sido uma parte fundamental de nossa compreensão sobre o que eles precisam, onde se encontram atualmente e para onde desejam ir no futuro.

Trabalhar com milhares de implantações bem-sucedidas nos permitiu aprender e continuar melhorando a uma taxa literalmente exponencial.

Desde a publicação do último MQ (Quadrante Mágico) de EMM (Gerenciamento de Mobilidade Empresarial) da Gartner de 2017, adicionamos mais de 10 milhões de novos dispositivos sob gerenciamento do Intune. No momento, há mais de 135 milhões de PCs e dispositivos móveis ativamente gerenciados pelo ConfigMgr e Intune. ISSO é Gerenciamento Unificado de Dispositivos – e esse número cresce mais de 3 milhões todo mês!

Os Quadrantes Mágicos são ótimos recursos quando se quer um resumo dos principais provedores e suas inovações. Esse tipo de visão é importante para muitos dos líderes de TI que conheço, porém, conforme eles planejam o futuro da própria organização nos próximos três a cinco anos, realizam uma análise mais ampla. Na minha opinião, para fazer uma previsão melhor do futuro, esses líderes também consideram a velocidade e a aceleração dos provedores ano após ano, monitorando a evolução.  Comparar os últimos 3 ou 4 Quadrantes Mágicos (como o UEM, por exemplo) oferece a eles uma ótima visão do progresso de cada provedor ao longo do tempo.

O caso do MQ de UEM é particularmente interessante. É claro que, a cada ano, os requisitos de cada MQ mudam um pouco (por exemplo, de Gerenciamento de Dispositivos Móveis para Gerenciamento Móvel de Pontos de Extremidade ou Gerenciamento Unificado de Pontos de Extremidade), portanto, embora os MQs sejam diferentes, considero que essa evolução reflete bem as mudanças que ocorrem no setor à medida que diferentes categorias convergem e se expandem. Geralmente, isso também reflete as necessidades em evolução dos clientes. Entender como essas categorias estão mudando/convergindo ao longo do tempo é algo que todo líder precisa dedicar um tempo a fazer, a fim de traçar um planejamento efetivo em curto e longo prazo.

Quando fazemos nossa própria pesquisa e planejamos o que nossos clientes precisarão nos próximos anos, constatamos que não há apenas muitos serviços em nuvem e dispositivos móveis no mundo, mas também várias categorias que convergiram e se integraram para proporcionar um local de trabalho moderno “que os usuários adoram e em que o pessoal de TI confia”.  Especificamente, as soluções de Gerenciamento Unificado de Pontos de Extremidade, Gerenciamento de Identidade e Acesso e Proteção de Pontos de Extremidade precisarão ser integradas para fornecer a capacitação de usuários, o gerenciamento e a segurança necessários.  É recomendável analisar todos esses Quadrantes Mágicos em conjunto para tomar sua decisão. Essas soluções estão em um caminho de convergência e, mesmo que você não acredite nisso, não há dúvidas de que todas as empresas precisam delas trabalhando em estreita integração.

Os líderes que tomam decisões sobre o que fazer agora (bem como no futuro) precisam levar em conta a interseção de todas as soluções e considerar como elas se encaixam. Veja abaixo outro Quadrante Mágico; acho que essa visão expandida nos ajuda a ver e entender a movimentação das coisas.

O que podemos ver aqui corresponde às conversas que tenho com líderes do mundo todo:  as categorias que estão convergindo mais rapidamente são Proteção de Identidade e Gerenciamento de Endpoint – e os clientes estão procurando as melhores formas de garantir que apenas usuários confiáveis, com dispositivos e aplicativos confiáveis, recebam acesso aos dados corporativos, não importa onde esses dados estejam (por exemplo, na nuvem ou atrás do firewall).

Continuamos a trabalhar com afinco para integrar profundamente esses serviços de nuvem, a fim de ajudar você a simplificar e, ao mesmo tempo, aumentar sua segurança, oferecendo um ambiente de trabalho moderno capacitador que permita aos usuários liberar a criatividade e trabalhar em equipe.

Você pode ler a análise detalhada da Gartner aqui ou em aka.ms/IntuneMQ.

 


Aviso de isenção de responsabilidade: este gráfico foi publicado pela Gartner, Inc. como parte de um documento de pesquisa mais amplo e deve ser avaliado no contexto de todo o documento. O documento da Gartner foi disponibilizado mediante solicitação de [insira o nome do cliente ou a URL].
 
A Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço descrito em suas publicações de pesquisa e não aconselha os usuários de tecnologia a selecionar somente fornecedores com classificações mais altas ou outras designações. As publicações de pesquisa da Gartner consistem de opiniões da organização de pesquisa da Gartner e não devem ser interpretadas como declarações de fato. A Gartner se isenta de todas as garantias, explícitas ou implícitas, com relação a esta pesquisa, incluindo quaisquer garantias de comercialização ou adequação a uma finalidade específica.


Observe que o conteúdo presente nas postagens do blog descreve características e funcionalidades que podem variar de acordo com o mercado. Para ver todos os detalhes sobre ofertas de produtos específicos para o seu mercado, acesse Microsoft 365, Office 365, Windows 10 ou Enterprise Mobility + Security.
O conteúdo dos links dessas postagens pode não estar disponível em seu idioma local.