3 táticas de negócios com o email empresarial e calendário corporativo

É 1h da manhã. Eu e outras 10 mulheres estamos correndo pela Strip de Las Vegas. Juntas, corremos 550 Km de Los Angeles até Las Vegas, e estamos a alguns momentos de estabelecer o tempo mais rápido já feito. Estamos acordadas há 44 horas, e milhares de mulheres estão acordadas conosco na calada da noite, torcendo virtualmente por nós, enquanto comemoramos a vitória na reta final.

Não sou uma corredora profissional, sou a diretora de marketing de uma empresa de roupas de corrida para mulheres, Oiselle (pronuncia-se ua-zéle). São noites como esta, quando estamos no mundo, fora das nossas mesas, que nos permitem sobreviver em um dos mercados varejistas mais concorridos do mundo.

Somos uma equipe pequena, com no máximo 30 mulheres, mas temos o melhor envolvimento de clientes do ramo. Mas como uma startup como a nossa desafia os gigantes do varejo? Não posso revelar todas as nossas táticas, mas o que vem a seguir são algumas ações que nos ajudaram a fazer o que fazemos.  

Ação 1: velocidade é um recurso. Use-a.

O que faz com que você seja notado em um mercado abarrotado? Um orçamento de publicidade bem grande, ou uma abordagem de marketing incrivelmente relevante. Não tem um bilhão na conta? Então acho que relevância, uma combinação consistente de interesse do cliente e pontualidade, é o seu jogo. A velocidade vem da capacidade de uma equipe de entender e concordar com um direcionamento estratégico logo no início e delegar a tomada de decisão aos executores táticos. Mas como isso se traduz em termos operacionais? Briefings são obrigatórios na Oiselle, e intensos. São reuniões nas quais analisamos os dados juntas e discutimos as diretivas. Porque quando saímos, saímos juntas. Após uma decisão coletiva sobre a melhor forma de atingirmos nossas metas. E, depois disso, deixamos a equipe funcionar, tomar as próprias decisões no momento, ou com base nos dados do canal, ou no comentário do cliente em tempo real.

Todos os nossos briefs, incluindo o calendário corporativo, calendário de marketing, planos táticos são documentos compartilhados, editados e atualizados por líderes de canal, em tempo real. Links ao vivo e o upload dos nossos recursos na nuvem são como ar que respiramos. Treinamos nossa equipe não para executar algo estabelecido, mas para tomar decisões e pensar de forma estratégica. As metas são fixas, mas a abordagem é flexível. Como somos rápidas e evitamos gargalos, chegamos à situação primeiro e colhemos os benefícios da relevância em tempo real em um mercado social sempre ligado. Em uma empresa pequena, a agilidade vem da confiança, de ferramentas e do conhecimento de seu verdadeiro norte.

Ação 2: apareça. Eles vão perceber.

É difícil se conectar aos clientes quando você está a milhões de quilômetros de distância, e é fácil para uma marca sentir-se "unidimensional" quando grande parte do contato de um cliente ocorre com pixels, não com pessoas. Acreditamos em uma abordagem diferente! Nós aparecemos. Você encontrará membros da nossa equipe nas linhas de partida e de chegada de corridas no mundo todo. Realizamos encontros, eventos e experiências no mundo real. Fazemos encontros semanais na loja em Seattle do nosso grupo de corrida aberto (aceitamos todos os níveis e ritmos de corrida!) e passamos uma quantidade exorbitante de tempo com a comunidade, dividindo quilômetros, memórias e refeições.

Nossa esperança é que todo cliente possa, em algum momento, ter uma conversa presencial com uma funcionária da Oiselle. Contar as próprias histórias e desejos com relação à marca, para que possamos integrar isso à empresa e em nosso futuro coletivo. É uma ideia incrível, mas também é um problema operacional: devemos ser capazes deproduzir bem de qualquer lugar, principalmente quando temos um trabalho remoto.. Nossa equipe lançou campanhas nas trilhas de Montana, anunciou as conquistas de nossas atletas mais rápido do que os repórteres esportivos e resolveu um problema de uma cliente em uma pausa para água de uma corrida longa. Se você quiser estar lá no momento exato, precisará ser capaz de contar histórias e solucionar problemas em qualquer lugar. Aqui, nossos dispositivos são mais importantes do que você imagina. Para ser móvel, você precisa investir em mobilidade, simples assim.

Ação 3: faça parte de algo.

Ouço isso o tempo todo: "Como você fez isso? Criou aquela comunidade? Qual é o segredo para ganhar tantos seguidores?" Comunidade não é algo que você tem, é algo que você constrói. Alguns princípios comunitários são simples: converse com seus clientes como as pessoas conversam com pessoas. Outros princípios exigem mais trabalho. No que nos diz respeito, cada uma de nós trabalha com atendimento ao cliente, acessando as mídias sociais, email empresarial ou telefone para responder perguntas em nome da marca. Entendemos que as pessoas que entraram para esta comunidade são uma extensão da marca. No mundo real, elas são o principal veículo de marketing, e tudo o que dizemos ecoa. Essa luta implacável para permanecer humana, em um setor que força as empresas a se tornarem máquinas eficientes, cria uma cultura de transparência, abertura e reciprocidade, e frequentemente produz experiências mágicas para as clientes. Mágica da qual lembrarão, quando perguntarem para elas "hei… que short legal… quem fez?"

Esse é a pegadinha. Se você estiver fazendo tudo certo, agindo velocidade, aparecendo e criando a comunidade, sua equipe estará exausta. É uma exaustão feliz, mas ainda assim uma exaustão. Chamamos esse estado de "Oisellada", e é trabalho da liderança solucionar isso. Minha função mais importante é ajudar minha equipe a priorizar as oportunidades que buscamos, e encontrar maneiras de trabalhar com mais inteligência, e não mais tempo. Descobrir nossas vantagens, dobrar os momentos que fazem a diferença e reconhecer as ações que (ainda) não estamos prontas para executar. Ficar atenta aos limites entre "me sinto bem por nossa comunidade" e "trabalho duro pela empresa"; e lutar todos os dias para expandir a primeira opção. Porque, quando o destino for definido, a pista estará livre, e toda a equipe estará trabalhando rumo à mesma versão de um futuro melhor. A oportunidade está em todo lugar, você só precisa chegar lá primeiro. Talvez até faça mágica ao longo do caminho.

Vá rápido, aproveite as chances!

Sobre o autor

Megan Murray is a Strategist and Experience Designer. Her work spans the strategic process and includes research, brand strategy, digital strategy, and experience design. However, Megan's passion is human behavior. "I'm deeply interested in how experiences can change minds, encourage behavior, and help people accomplish their goals." A practiced strategist and proven team leader, Megan has a knack for bringing people together around design challenges that matter.

Introdução ao Microsoft 365

É o Office que você já conhece, com as ferramentas para trabalhar melhor em equipe e produzir mais, a qualquer momento e em praticamente qualquer lugar.

Compre agora
Conteúdo relacionado
Grow my business

Marketing para pequenas empresas que faz a diferença

Leia mais
Grow my business

Inteligência artificial para marketing empresarial: introdução

Leia mais
Grow my business

Mobile Marketing: Compartilhar arquivos para estar sempre conectado

Leia mais

O Centro de Crescimento não constitui consultoria tributária ou financeira profissional. Entre em contato com um profissional financeiro ou tributário para discutir sua situação.