Fazer da Telemedicina uma opção para os pacientes em tempos de necessidade

Quando o Governador do Estado de Washington anunciou a ordem para ficar em casa, o meu coração ficou apertado. Como proprietário de um consultório de fisioterapia, entrei em pânico. Como vamos cuidar dos nossos pacientes? Como vou cuidar dos meus 88 colaboradores?  

A fisioterapia é um domínio eminentemente prático e relacional. Depois de obterem o diploma, muitos terapeutas fazem estágios para aprenderem técnicas de terapia manuais. Os mentores certificados ensinam aos terapeutas a mobilizar e manipular as articulações e os tecidos moles para resolverem as causas primordiais dos problemas, como uma dor de costas ou repetidos tornozelos torcidos. 

Os tratamentos mais eficazes combinam a terapia manual com exercícios para recuperar o movimento e a função ideais. Os cuidados são prestados de forma individual, várias vezes por semana, e a relação terapeuta-paciente é fundamental para alcançar resultados positivos. Trata-se de uma experiência íntima e pessoal, pelo que estava cético quanto à nossa capacidade de prestar cuidados eficazes através de plataformas online

Ao meu ceticismo juntava-se o obstáculo de os responsáveis pelo pagamento, por exemplo, as empresas de seguros, não pagarem a Telemedicina. Com o rápido desenvolvimento da crise da COVID-19, os fisioterapeutas e os legisladores pressionaram os responsáveis pelos pagamentos dos cuidados de saúdo para reembolsarem os tratamentos remoto.

Todos os dias chegavam enormes volumes de informações sobre os planos de cada responsável pelo pagamento à minha caixa de entrada. Vinte e quatro horas depois, havia novos avisos com informações conflituantes. Não havia respostas claras sobre se iríamos ou não ser pagos pelas consultas de Telemedicina. 

Ainda assim, passaram pela minha cabeça visões da nossa querida população mais velha. Pensei nas dezenas de pacientes a recuperar de cirurgias que também tinham problemas de saúde subjacentes. 

A história de uma amiga que precisa de começar a fisioterapia após uma grande cirurgia para reparar um tendão rasgado no ombro tirou-me o sono: ela era também a cuidadora de um familiar idoso na sua casa. 

O que é que ela devia fazer? Atrasar o tratamento causaria danos a longo prazo e, potencialmente, exigir cirurgia adicional, mas prosseguir com tratamentos presenciais punha vidas em risco. 

A Fisioterapia em Ambulatório precisava de oferecer terapia em Telemedicina aos doentes como a minha amiga, mesmo que não fôssemos pagos mais tarde. Também queríamos facilitar este processo para o iniciar imediatamente. Além disso, precisávamos de uma solução de reunião online fiável para os terapeutas e os pacientes. 

Com as visitas virtuais, conseguia manter o emprego dos terapeutas e continuar a prestar cuidados a cada paciente que deles precisava. Demos formação rápida aos terapeutas para prestarem os melhores cuidados possíveis online e fizemos a transição imediata dos nossos pacientes mais vulneráveis.  

E para minha agradável surpresa, está a funcionar:  

“Estou a meio da fisioterapia por um problema de ombro. As minhas primeiras consultas foram presenciais, mas desde que o Governador emitiu a ordem para ficar em casa que passei as minhas consultas com terapeuta pessoal para a telemedicina. Tem estado a funcionar bem. Faça uma videoconferência com o meu terapeuta, ele vê-me a fazer alguns dos meus exercícios em casa, mostra-me novos exercícios e conversamos sobre o meu progresso e os meus objetivos, e fazemos o plano tendo tudo isto em consideração. Naturalmente, não consigo que o terapeuta me massaje o ombro por videoconferência, mas é um pequeno preço a pagar pela segurança adicional (para ambos) que conseguimos através de uma consulta de telemedicina remota ou virtual, em vez de uma visita presencial.”

– Sandra W., paciente de Fisioterapia em Ambulatório 

Graças à Telemedicina, já não estou em pânico porque a fisioterapia em ambulatório pode continuar a fazer aquilo que fazemos melhor: cuidar das pessoas. Com as consultas virtuais, mantemos as pessoas empregadas e saudáveis, e contribuímos para impedir evitar a disseminação da COVID-19.  

Começar a utilizar o Microsoft 365

É o Office que já conhece com as ferramentas que o ajudam a trabalhar melhor em equipa, para poder ser mais produtivo a qualquer altura e em qualquer lugar.

Comprar Agora
Conteúdos relacionados
Tecnologia Empresarial

Armazenamento na nuvem vs. servidores no local: 9 aspetos a ter em conta

Ler mais
Tecnologia Empresarial

Tirar o máximo partido das videoconferência gratuitas

Ler mais
Tecnologia Empresarial

A partilha de ecrã gratuita é muito fácil, mas estará a fazê-la corretamente?

Ler mais

As Informações e Ideias para Empresas não constituem aconselhamento profissional sobre impostos ou finanças. Deverá contactar o seu profissional de assuntos relacionados com impostos ou finanças para falar sobre a sua situação.